Morre adolescente baleado no Complexo do Alemão

Ele foi atingido na barriga, chegou a ser socorrido, mas não resistiu. No confronto desta segunda-feira, três PMs também foram feridos

Por O Dia

Paulo Henrique de Oliveira%2C de 13 anos%2C foi morto durante tiroteio no Complexo do AlemãoReprodução Facebook

Rio - Baleado em um tiroteio no Complexo do Alemão, na Zona Norte do Rio, o adolescente Paulo Henrique de Oliveira morreu na manhã desta terça-feira. O menino de 13 anos estava em casa quando foi atingido na barriga, na localidade conhecida como Chuveirinho, na Grota, nesta segunda. O adolescente chegou a ser socorrido e levado para o Hospital Municipal Salgado Filho, mas não resistiu.

De acordo com avó do menino, Marinete Martins, ele estava indo para a casa de um amigo jogar videogame. "A família soube por um vizinho, que o viu no chão. Ele era calmo e estudioso. Todos os dias têm confrontos", lamentou. Abalada, a mãe de Paulo Henrique não quis conversar com a imprensa.

Os moradores do Alemão têm vivido dias de guerra na comunidade. Desde a última sexta-feira, quando policiais militares começaram a instalar uma cabine blindada, no Largo do Samba, três moradores foram mortos e três PMs do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope), baleados. Após o confronto desta segunda, PMs do Bope, Batalhão de Ações com Cães (BAC) e Grupamento Aeromóvel da corporação (GAM) realizam uma operação na favela na manhã desta terça-feira.

Parentes de adolescente de 13 anos morto no Complexo do Alemão foram ao Hospital Salgado Filho nesta manhãEstefan Radovicz / Agência O Dia

Até o momento, a PM ainda não informou se há feridos ou presos na ação. De acordo com a Secretaria Municipal de Educação, três escolas, uma creche e seis Espaços de Desenvolvimento Infantil (EDIs) foram fechadas nesta manhã. Ao todo, 3.936 alunos foram prejudicados. Já os colégios estaduais continuam funcionando na região.

Duas pessoas morrem e duas ficam feridas após operação do Bope no Alemão

Complexo do Alemão viveu momentos de guerra nos últimos diasBruno Itan

Duas pessoas morreram e outras duas ficaram feridas após uma operação do Bope no Complexo do Alemão na manhã desta sexta-feira. Segundo a Polícia Militar, PMs da UPP Nova Brasília encontraram Gustavo Silva, 17 anos, morto. Além do jovem — que estava a caminho do trabalho, segundo moradores — outro homem deu entrada no PAM de Del Castilho e também não resistiu, uma adolescente foi ferida e socorrida para a UPA do Alemão, e um bandido, conhecido como "Malvadão", deu entrada no Hospital Federal de Bonsucesso.

Segundo moradores, Gustavo Silva estava indo para padaria onde trabalhava, na região da Alvorada, na Nova Brasilia, quando foi atingido por uma bala perdida. Ele não resistiu aos ferimentos e morreu. O local onde o jovem foi encontrado está isolado aguardando chegada da Delegacia de Homicídios da Capital (DH) para realização da perícia.

Policias instalam nova base da UPP desde sexta-feira. Intensos confrontos deixaram três mortos e pelo menos três feridos Bruno Itan

Nas redes sociais, amigos e familiares lamentaram a morte de Gustavo. "Nunca imaginamos que vai acontecer com quem mais gostamos, a palavra MORTO é inaceitável para você, Gustavo", escreveu um. "Um menino bom e trabalhador teve esse fim. Descanse em paz", manifestou outro.


Últimas de Rio De Janeiro