Juiz encerra processo por pichação contra Bieber após doação de R$ 20 mil

Valor pago pelo cantor foi revertido em material médico e equipamentos para o Inca. Multa foi proposta pelo Ministério Público

Por O Dia

Cantor pichou muro de antigo hotel em São Conrado, na Zona SulEfe

Rio - O processo contra o cantor Justin Bieber por pichação em um muro no Rio em 2013 foi extinto na última terça-feira. A decisão de deixar Justin livre das acusações foi do juiz Rudi Baldi Lowenkron, da 34ª Vara Criminal, após doação de R$ 20 mil co cantor ao Instituto Nacional do Câncer (INCA).

A doação do cantor teria acontecido em maio e o valor revertido pelo hospital em materiais e equipamentos. Uma vez que o delito cometido por Bieber foi de menor potencial ofensivo e que o cantor não tinha nenhuma anotação, o Ministério Público propôs a aplicação de uma multa que seria revertida em doações ao Inca. O juiz foi informado do ato e decidiu pela absolvição de Bieber.

Vale ressaltar que quando veio ao Rio em 2013, o cantor tinha autorização para pichar um muro da Vila Olímpica do Vidigal, mas ignorou a orientação e foi flagrado pichando um muro, em São Conrado, na Zona Sul do Rio.

Últimas de Rio De Janeiro