Mais Lidas

Barata Filho e Lélis Teixeira deixam presídio em Benfica

Pedido de soltura foi emitido pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, nesta sexta-feira

Por lucas.cardoso

Rio - O empresário Jacob Barata Filho e o ex-presidente da Federação das Empresas de Transportes de Passageiros do Estado do RJ (Fetranspor), Lélis Teixeira, deixaram a cadeia pública José Frederico Marquês, onde ficava o antigo Batalhão Especial Prisional (BEP), em Benfica, na Zona Norte do Rio, na manhã deste sábado.

Jacob Barata Filho (de óculos) sendo levado pela Polícia FederalReprodução/TV Globo

Os dois são réus na Operação Ponto Final, desdobramento da Lava Jato que desmontou esquema de corrupção no setor de transportes públicos do Rio. A dupla teve a soltura ordenada pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes, nesta sexta-feira.

Na decisão, o ministro determinou o recolhimento domiciliar, a retenção de passaporte e a proibição de contato com outros investigados na ação.

Esse foi o segundo habeas corpus concedido por Gilmar Mendes nesta semana para liberar o empresário conhecido como o "rei do ônibus" e Lélis Teixeira. Na quinta-feira, Gilmar concedeu o primeiro habeas corpus aos réus. Pouco depois, o juiz federal Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal Criminal, expediu novos mandados de prisão.

Com informações do Estadão Conteúdo

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia