Medalhista olímpica conduz tocha em desfile de 7 de Setembro

Parada contou com a participação de mais de 3 mil militares, 500 civis e 500 estudantes de escolas municipais e militares

Por O Dia

Rio - A medalhista olímpica e sargento do Exército, Poliana Okimoto participou do desfile cívico-militar de 7 de Setembro, que ocupou, na manhã desta quinta-feira, a Avenida Presidente Vargas, no Centro do Rio. Ela e outros 3 mil militares, 500 civis e 500 estudantes de escolas municipais e militares desfilaram pela principal via da cidade.

A parada contou com a presença das Forças Armadas, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Polícia Rodoviária Federal e entidades da sociedade civil, como a Cruz Vermelha. Ex-combatentes da Força Expedicionária Brasileira desfilaram em um carro, e guardas municipais também participaram da comemoração.

Veículos militares participaram da parada na manhã desta quinta-feiraDivulgação

As arquibancadas montadas junto a Praça da República, ficaram lotadas durante o desfile. Um bom número de pessoas também acompanhou a passagem dos civis e militares nas áreas separadas por grades.

Em meio a plateia, alguns manifestantes pediam a intervenção militar e retorno da monarquia com faixas e bandeiras.

As interdições no tráfego começaram às 4h da manhã para permitir a realização do evento. As quatro pistas da Avenida Presidente Vargas, no sentido Candelária,  tiveran bloqueio da Cidade Nova até a Avenida Rio Branco. Ruas transversais como as Avenidas Passos, Rio Branco e a Rua Uruguaiana também têm trechos fechados.

Segundo a Prefeitura do Rio, 76 agentes de trânsito e guardas municipais trabalham na orientação dos motoristas na região.

A abertura do desfile foi marcada pelo acendimento da pira com o Fogo Simbólico da Pátria. Em seguida, o Coral do Forte de Copacabana cantou o Hino da Independência e uma Salva de Artilharia deu início ao desfile. As solenidades começaram às 9h e duraram cerca de duas horas.

Além dos efetivos, participaram da comemoração carros de combate, viaturas e tropas a cavalo. Aeronaves militares também fizezem parte da programação com um desfile aéreo.

Últimas de Rio De Janeiro