Informe: organizações na mira

Carlos Eduardo (SD) quer aprovar, ainda este ano, projeto de lei que limita a contratação de Organizações Sociais (OSs)

Por O Dia

Rio - Ex-secretário de Saúde de Marcelo Crivella (PRB) e braço direito do prefeito para assuntos relacionados ao tema, o vereador Carlos Eduardo (SD) quer aprovar, ainda este ano, projeto de lei que limita a contratação de Organizações Sociais (OSs) e transfere para a empresa municipal Rio Saúde a gestão de equipamentos, leitos e medicamentos em UPAs e hospitais.

O parlamentar pretende obter apoio do governo para a proposta: "As OSs deveriam ser complementares, mas, hoje, a exceção virou regra. A Rio Saúde é pública, tem conhecimento, eficiência e obrigação de cumprir a Lei das Licitações", afirma. A ideia é retirar das OSs o poder de compra e contratações, deixando apenas o serviço assistencial.

Rio Saúde turbinada

Em outra frente, Carlos Eduardo pleiteia que a Câmara dos Deputados, em Brasília, autorize empresas como a Rio Saúde receber mais investimentos de prefeituras do que o hoje permitido pela Lei de Responsabilidade Fiscal. O vereador tratou do tema, anteontem, com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ).

Tesourada

Quando secretário de Saúde, Carlos Eduardo cortou R$ 249 milhões do orçamento destinado a OSs.

O cobiçado TCE

O deputado estadual André Corrêa (DEM) nega que tenha intenção de concorrer a uma das vagas que devem surgir para o Tribunal de Contas do Estado seis conselheiros estão afastados por suspeita de corrupção, e ao menos duas vagas são esperadas. "Estou construindo a minha candidatura ao Senado", diz.

A volta dos delatados

O que se comenta nos corredores do TCE é que ao menos dois conselheiros afastados estariam tentando voltar ao cargo: Domingos Brazão e José Gomes Graciosa. Quanto aos demais, estariam contentados com a aposentadoria.

Lei de Newton

A futura ida de Pedro Fernandes (PMDB) para o secretariado de Crivella gerou um impasse na Assembleia Legislativa. É que sua suplente na casa, Fatinha (SD), pretende assumir a cadeira de Fernandes e ainda manter os cargos na Secretaria de Ciência e Tecnologia ela é a atual subsecretária. Só que tem deputado graúdo da base de Pezão que não está gostando nada disso.

Na terra de Tio Sam

Cotados para disputar o governo estadual no ano que vem, Eduardo Paes (PMDB) e o prefeito de Niterói, Rodrigo Neves (PV), encontraram-se em Washington, nos Estados Unidos.

Rivais ou aliados?

No papo, Neves disse que ainda não decidiu se trocará o PDT pelo PV para se candidatar ao Palácio Guanabara. Há quem diga que o prefeito de Niterói pode, até mesmo, acabar apoiando a eventual candidatura do peemedebista.

Brecha

A possível desistência já faz com que pedetistas se ofereçam para disputar o governo. Entre eles, o empresário Omar Peres, conhecido como 'Catito'. Mas a favorita para a vaga é a deputada estadual Martha Rocha (PDT).

Operação Chequinho

Presidente do PT-RJ, Washington Quaquá sai em defesa do ex-governador Anthony Garotinho (PR), que teve a prisão domiciliar decretada na quarta. "Sou adversário dele, mas isso é um atentado à democracia."

Últimas de Rio De Janeiro