Polícia matou 33% mais pessoas do que em novembro do ano passado, diz ISP

Ainda segundo o ISP, os homicídios cometidos pela polícia em novembro deste ano representam 20,9% do total das mortes por agressão no estado do Rio, totalizando 599 no total

Por O Dia

Rio - O número de homicídios ocorridos em intervenções policiais no estado do Rio em novembro deste ano aumentou 33% em relação ao mesmo mês do ano passado. O dado, divulgado nesta sexta-feira pelo Instituto de segurança Pública (ISP), significa que 125 pessoas foram mortas em novembro de 2017 enquanto no ano passado o número foi de 94. 

Número de homicídios durante intervenções policiais em comunidades do Rio continua crescendoFoto%3A Maira Coelho/ Agência O Dia

Ainda segundo o ISP, os homicídios cometidos pela polícia em novembro deste ano representam 20,9% do total das mortes por agressão no estado do Rio, totalizando 599 no total.

Os homicídios decorrentes de ação policial foram o motivo do aumento de 3,1% no índice de letalidade violenta no estado, já que os demais crimes tiveram queda: homicídios (menos oito vítimas), latrocínios (menos duas vítimas) e lesão corporal seguida de morte (menos três vítimas).

Considerando os 11 primeiros meses de 2017, a polícia do Rio matou 1.035 pessoas, 11,9% (ou 110 casos) a mais do que no mesmo período do ano passado, quando foram mortas 925 pessoas.

Por outro lado, o número de policiais civis e militares mortos em serviço caiu de sete em novembro de 2016 para três em novembro deste ano. No acumulado do ano, as mortes de policiais em serviço também recuaram, de 40 em 2016 para 31 neste ano.

Sobre outros tipos de crime foram registrados 453 casos de homicídio em novembro de 2017, 1,7% a menos do que no mesmo período de 2016. Os roubos de rua também recuaram (16,6%), ao passar de 12.167 em novembro de 2016 para 10.144 no mesmo mês de 2017. Também foram registradas quedas nos roubos a estabelecimentos comerciais (-13,1%) e a residências (-18,4%). Os roubos de carga tiveram queda de 15% no período.


*Com informações da Agência Brasil

Últimas de Rio De Janeiro