Polícia investiga desaparecimento de homem no mar em Ilha Grande

Polícia Civil solicitou, neste sábado, auxílio à Capitania dos Portos para a realização das buscas, que já duram quase 24 horas

Por O Dia

Rio - A Polícia Civil está investigando o desaparecimento no mar de Alexandre Borba, de 51 anos, em Ilha Grande, em um caso que classifcou como "misterioso". Neste sábado, a 166ª DP (Angra dos Reis) solicitou auxílio à Capitania dos Portos para a realização das buscas, até então feitas somente pelos bombeiros, e que já duram 24 horas. 

Alexandre Borba está desaparecido em Ilha GrandeReprodução Facebook

Segundo informações da Polícia Civil, Alexandre foi visto pela última vez na sexta-feira, por volta das 14h. Ele partiu sozinho em uma embarcação de Conceição de Jacareí, em Mangaratiba, em direção à Praia das Palmas. O barco “Nascer do Sol” foi encontrado à deriva por pescadores próximo à Ilha do Meio, trajeto entre Ilha Grande e Mangaratiba.

A embarcação estava com o motor ligado, com a chave na ignição, sem sinais de colisão e com pertences pessoais de Alexandre, como celular, roupas, rádio, documentos, além de dois galões de combustível. No momento da localização, esses dois recipientes estavam no mar junto com uma sacola de roupas.

Segundo informações da polícia, havia vestígios de que o barco tinha sido revirado. Uma cavidade localizada na proa da embarcação ainda estava violada.

O filho de Alexandre, morador do Rio, foi avisado sobre o desaparecimento pelos próprios pescadores que localizaram o barco. A polícia declarou que o homem era bastante conhecido na região. O filho entrou em contato com a polícia, registrou o desaparecimento e as buscas começaram.

Reportagem da estagiária Alice Cravo sob supervisão de Thiago Antunes

Últimas de Rio De Janeiro