Delegacias não tem número suficiente de servidores, aponta estudo

Segundo o relatório, das 181 unidades da Polícia Civil vistoriadas, 29 não possuíam a quantidade necessária de funcionários

Por O Dia

Rio - Um relatório do Conselho Nacional do Ministério Público aponta que oito em cada dez delegacias do estado do Rio não possuem o número de servidores suficientes. Segundo o estudo, divulgado nesta segunda-feira, das 181 unidades da Polícia Civil vistoriadas pelo órgão, 29 não possuíam a quantidade necessária (16% do total).

Ainda de acordo com o documento, uma delegacia da Polícia Civil do Rio registrou fuga de preso da carceragem e também houve uma morte nas unidades do estado vistoriadas.

O estudo também averiguou a situação das delegacias no país. Neste caso, a média de delegacias que sofrem com a falta de servidores é ainda maior. Das 6.283 delegacias vistoriadas, 810 tém déficit de profissionais (87,11% do total). Já nas delegacias da Polícia Federal, faltam policiais em 38 das 47 delegacias existentes no Sudeste do país.

De acordo com o Ministério Público, o levantamento foi feito com base em dados do segundo semestre de 2016.  

Confira os dados do estudo:

Delegacias da polícia civil

- Quantidade de delegacias visitadas: 6.283

- Possuem número de servidores suficiente para adequado exercício da atividade-fim: 810 (12,89%) 

- Possuem plantão/sobreaviso: 3.263 (51,93%)

- Possuem cela de custódia/carceragem: 2.693 (42,86%). Desse número, 227 delegacias (8,43%) possuem cela de custódia/carceragem em que há presas mulheres.

- Delegacias visitadas em que há inquéritos com tramitação há mais de dois anos: 4.408 (70,16%).

- Delegacias visitadas em que houve ocorrências investigadas sem instauração de inquéritos policiais ou termos circunstanciados: 2.141 (34.08%).

- Delegacias visitadas que possuem registros de autos de resistência (Ocorrências registradas como homicídio cometido por policiais em legítima defesa): 54 (2,52%).

 

Delegacias da polícia federal 

- Quantidade de delegacias visitadas: 249 

- Possuem o número de servidores suficiente para adequado exercício da atividade-fim: 66 (26,51%) 

- Possuem plantão/sobreaviso: 233 (93,57%) 

- Possuem cela de custódia/carceragem: 48 (19,28%). Desse número, três delegacias (6,25%) possuem cela de custódia/carceragem em que há presas mulheres. 

- Delegacias visitadas em que há inquéritos com tramitação há mais de dois anos: 228 (91,57%). 

- Delegacias visitadas em que houve ocorrências investigadas sem instauração de inquéritos policiais ou termos circunstanciados: 99 (39,76%).

 


Últimas de Rio De Janeiro