Mapa do Comércio discute desemprego entre os moradores de Volta Redonda

Segundo Sicomércio, cerca de 30 mil pessoas trabalham para siderurgias e montadoras de todo o estado

Por O Dia

Rio - Outro desafio que será discutido pelo Mapa Estratégico do Comércio, que ocorrerá entre quinta e sexta-feira, no Hotel Bela Vista, em Volta Redonda, é a busca por alternativas para combater o desemprego em Volta Redonda.

De acordo com o Sicomércio, cerca de 30 mil moradores de Volta Redonda prestam serviços para a siderurgia em outros municípios. Mas o crescimento do desemprego também afetou os trabalhadores desse setor.

“Fornecemos mão de obra para todo o estado. Mas a maior preocupação é com funcionários demitidos no Pólo Petroquímico de Itaboraí. Essas pessoas retornam e precisam se encaixar no mercado”, explica José Alberto Martins Lass, vice-presidente do Sicomércio.

Mapa do Comércio irá discutir aumento do desemprego entre moradores de Volta Redonda que trabalhavam em outras cidadesFoto%3A Daniel Castelo Branco / Agência O Dia

Após a chegada da Companhia Siderúrgica Nacional (CSN), há 75 anos, a cidade também passou a desenvolver mão de obra qualificada no setor.

Números
R$ 9,3 bilhões
É o Valor Adicionado em 2012 da região, segundo o Mapa. Representa 39,1% do índice no Médio Paraíba

44%
Índice de emprego no varejo na área. 30% são de serviços, 13% de turismo e 6% no comércio atacadista

4º lugar
Posição de Volta Redonda no ranking do estado no Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), com 0,771, atrás de Niterói, Rio de Janeiro e Rio das Ostras, respectivamente. Os dados são do IBGE

Últimas de Rio De Janeiro