Guarda Municipal multa 483 passageiros no primeiro mês de fiscalização no VLT

Valor da penalidade para quem não pagar a tarifa do transporte é de R$ 170. Em caso de reincidência, aumenta para R$ 225

Por O Dia

Rio - Em 31 dias de fiscalização, a Guarda Municipal multou 483 passageiros que não pagaram a tarifa do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT). A multa de R$ 170 (R$ 255 em caso de reincidência) passou a valer desde o dia 5 do mês passado para aqueles que não fizerem a validação voluntária do cartão de passagem.

Do total de multados, 20 são turistas estrangeiros e 181 turistas brasileiros de diversas cidades do Rio e de outros estados. O primeiro dia de fiscalização teve o maior número de penalidades aplicadas, com 36 casos. Somente no mês de setembro, foram 424 infrações.

A fiscalização é realizada por guardas municipais em conjunto com agentes da concessionária do VLT, que utilizam um equipamento para verificação do último débito efetuado no cartão de passagem. Além de validar o pagamento, cada passageiro deve portar seu próprio cartão.

A notificação é impressa e entregue na hora pelos agentes. Ela contém informações sobre impressão da guia de pagamento, na internet, e orientações para recurso. Aqueles que não pagarem a multa ficam sujeitos à inclusão nos serviços de Proteção ao Crédito e na Dívida Ativa do Município.