Por pedro.logato

São Paulo - A diretoria do Santos enfim oficializou Levir Culpi como o seu novo técnico. Nesta quinta-feira, o clube anunciou, por meio do seu site, a contratação do treinador, além de ter marcado a apresentação do seu novo comandante para a próxima segunda-feira, às 16h30, no CT Rei Pelé.

O Santos acertou a contratação de Levir na última terça-feira, mas só confirmou nesta quinta a chegada do técnico. Porém, nesta quarta, ele já havia sido visto no estádio do Pacaembu, onde acompanhou a partida em que o Santos superou o Botafogo por 1 a 0, pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro, com um gol nos acréscimos de Victor Ferraz.

Neste compromisso, o Santos foi comandado pelo ex-jogador Elano, membro da comissão técnica permanente, o que se repetirá no próximo domingo, quando o time vai visitar o Atlético Paranaense, na Arena da Baixada. Assim, a estreia de Levir à frente da equipe ocorrerá na próxima quarta-feira, na Vila Belmiro, no clássico contra o Palmeiras.

Levir Culpi assumiu o comando do SantosDivulgação

Levir assinou contrato até o final de 2017, quando se encerrará o mandato do presidente Modesto Roma Júnior e chegará ao Santos acompanhando do auxiliar técnico Luiz Roberto Matter e do preparador físico Rodolfo Mehl. Ele vai substituir Dorival Júnior, demitido no último domingo, no dia seguinte à derrota para o Corinthians por 2 a 0, pelo Brasileirão.

O treinador vai assumir um time que está classificado às oitavas de final da Copa Libertadores e também às quartas de final da Copa do Brasil, mas que teve um início irregular no Brasileirão - subiu para o 12º lugar com a vitória de quarta-feira -, decepcionou no Campeonato Paulista ao cair nas quartas de final e que perdeu os quatro clássicos que disputou em 2017, o que pesou para a demissão de Dorival.

Após o anúncio do seu acerto com o Santos, Levir, de 64 anos, celebrou a oportunidade, em mensagem publicada no seu perfil no Twitter, de trabalhar pela primeira vez no clube após uma carreira tão longeva no futebol, iniciada como jogador.

"Completo esse ano 50 anos de futebol e ganhei de presente o convite para treinar o Santos. "Estou motivado com a oportunidade de ter pela frente uma Libertadores, Copa do Brasil e Campeonato Brasileiro como objetivos. Juntos estaremos mais próximos das conquistas, separados não teremos chances. Falando num português bem claro: 'tamojunto' (sic)", escreveu.

O último trabalho de Levir foi no Fluminense, no qual conquistou o título da Copa da Primeira Liga no ano passado, depois sendo demitido em novembro. Com um currículo extenso, já havia trabalhado no futebol paulista por Palmeiras, São Paulo, pelo qual foi campeão estadual em 2000, e São Caetano.

Além disso, possui experiência fora do País e em vários dos principais clubes do Brasil, como Cruzeiro, Internacional e Atlético Mineiro. Pelos clubes de Belo Horizonte, por exemplo, venceu a Copa do Brasil duas vezes, em 1996, no Cruzeiro, e em 2014, pelo Atlético. Agora tentará recuperar o Santos, que faz uma temporada irregular.

Você pode gostar