Dorival Júnior não resiste a mais uma derrota e acaba demitido do Athletico-PR

Treinador esta no comando do Furacão desde o começo do ano

Por O Dia

Dorival Júnior
Dorival Júnior -
Paraná - A série de quatro derrotas consecutivas do Athletico Paranaense no Campeonato Brasileiro levou o técnico Dorival Júnior a perder seu emprego. Nesta sexta-feira, a diretoria do clube curitibano anunciou a demissão do treinador, que estava no cargo desde o início de 2020.

Dorival tinha contrato de dois anos com o Athletico-PR. No período em que permaneceu à frente do time, a equipe faturou o título estadual, perdeu a decisão da Supercopa do Brasil, somou uma vitória e uma derrota na Copa Libertadores e caiu de rendimento após ganhar os dois primeiros jogos no Brasileirão - na série de derrotas, porém, não dirigiu a equipe em três dos quatro duelos por ter contraído o coronavírus.
LEIA MAIS: Confira mais informações sobre o mundo do Esporte

O Athletico é o décimo colocado no Nacional, com seis pontos somados em seis duelos, tendo perdido por 1 a 0 para o São Paulo na última quarta-feira. Como a partida diante do Atlético-MG foi adiada, só voltará a jogar na próxima quarta, diante do Red Bull Bragantino, na Arena da Baixada. E se o substituto de Dorival não for definido até lá, será comandado interinamente pelo auxiliar técnico Eduardo Barros.

"Dorival Júnior não é mais o treinador do rubro-negro. A decisão foi tomada nesta sexta-feira (28). O auxiliar técnico Eduardo Barros assumirá a equipe interinamente. O próximo jogo será diante do Red Bull Bragantino, na quarta-feira (2), pelo Campeonato Brasileiro. O Athletico Paranaense agradece Dorival Júnior pelos serviços prestados e deseja sucesso na continuidade da carreira", comunicou o clube.

Com a demissão de Dorival, já são quatro técnicos demitidos neste início do Brasileirão. Os outros foram Eduardo Barroca (Coritiba), Ney Franco (Goiás) e Daniel Paulista (Sport).

Comentários