Com gols 'relâmpago', Vasco mostra força na Colina e vence o Botafogo

Bruno Gomes e Ribamar garante a vitória na estreia de Valentim, que terá muito trabalho pela frente no Glorioso

Por MARCELO BERTOLDO

Revelação do Vasco, Bruno Gomes abriu o placar no clássico e celebrou o primeiro gol como profissional
Revelação do Vasco, Bruno Gomes abriu o placar no clássico e celebrou o primeiro gol como profissional -
Rio - Após o fim do jejum em São Januário, o Vasco voltou a mostrar que manda na Colina. O início arrasador no clássico com o Botafogo foi fundamental para confirmar a vitória por 2 a 1, na noite desta quarta-feira. Bruno Gomes e Ribamar marcaram para os donos da casa. Marcelo Benevenuto descontou. Com 34 pontos, o Cruzmaltino, cada vez mais distante da zona da confusão, subiu para o 11º lugar no Brasileiro, enquanto o Glorioso se manteve em 13º, com 30 pontos. 
Revelação do Vasco na Copinha, Bruno Gomes, volante, de 18 anos, não desapontou o técnico Vanderlei Luxemburgo. Aos sete minutos, ele arriscou da entrada da área e abriu o placar, após o desvio em João Paulo que traiu o goleiro Diego Cavalieri. Incendiada pelo gol, a torcida cruzmaltina ainda comemorava quando Ribamar aumentou a vantagem no belo chute da entrada da área, aos 17 minutos.
O susto acordou o Botafogo, que quase diminuiu o prejuízo na finalização de Yuri. Fernando Miguel espalmou para fora, mas saiu mal do gol na cobrança de escanteio e Marcelo Benevenuto, livre de marcação, marcou de cabeça. Na sequência, Cícero, também de cabeça, quase empatou.
Aberto e com ritmo acelerado, o clássico foi movimentado. Enquanto Vanderlei Luxemburgo apostava no contra ataque na ausência de Talles Magno, convocado para o Mundial Sub-17, foi possível nota na estreia de Alberto Valentim à frente do Botafogo a valorização da bola, confirmado pela maior posse no primeiro tempo.
O jogo perdeu intensidade após o intervalo. Sem o mesmo fôlego, o Vasco perdeu o controle do meio de campo, que Luxa tentou reequilibrar com a entrada de Marcos Júnior e Gabriel Pec no lugar de Felipe Ferreira e Ribamar, respectivamente. Machucado, Pimpão cedeu lugar a Leo Valencia, que melhorou ligeiramente as ações ofensivas pela direita.
Cavalieri confirmou a boa fase com defesas difíceis nas finalizações de Marrony e Rossi. Mesmo bem marcado e sem velocidade, Diego Souza, isolado, tentou, mas não se sobressaiu no duelo com Leandro Castan. Com a vantagem, Luxa reforçou a marcação com o estreante Guarín, que fez boa jogada no gol marcado por Gabriel Pec, corretamente anulado por impedimento.

Comentários