Com gols 'relâmpago', Vasco mostra força na Colina e vence o Botafogo

Bruno Gomes e Ribamar garante a vitória na estreia de Valentim, que terá muito trabalho pela frente no Glorioso

Por MARCELO BERTOLDO

Revelação do Vasco, Bruno Gomes abriu o placar no clássico e celebrou o primeiro gol como profissional
Revelação do Vasco, Bruno Gomes abriu o placar no clássico e celebrou o primeiro gol como profissional -
Rio - Após o fim do jejum em São Januário, o Vasco voltou a mostrar que manda na Colina. O início arrasador no clássico com o Botafogo foi fundamental para confirmar a vitória por 2 a 1, na noite desta quarta-feira. Bruno Gomes e Ribamar marcaram para os donos da casa. Marcelo Benevenuto descontou. Com 34 pontos, o Cruzmaltino, cada vez mais distante da zona da confusão, subiu para o 11º lugar no Brasileiro, enquanto o Glorioso se manteve em 13º, com 30 pontos. 
Revelação do Vasco na Copinha, Bruno Gomes, volante, de 18 anos, não desapontou o técnico Vanderlei Luxemburgo. Aos sete minutos, ele arriscou da entrada da área e abriu o placar, após o desvio em João Paulo que traiu o goleiro Diego Cavalieri. Incendiada pelo gol, a torcida cruzmaltina ainda comemorava quando Ribamar aumentou a vantagem no belo chute da entrada da área, aos 17 minutos.
O susto acordou o Botafogo, que quase diminuiu o prejuízo na finalização de Yuri. Fernando Miguel espalmou para fora, mas saiu mal do gol na cobrança de escanteio e Marcelo Benevenuto, livre de marcação, marcou de cabeça. Na sequência, Cícero, também de cabeça, quase empatou.
Aberto e com ritmo acelerado, o clássico foi movimentado. Enquanto Vanderlei Luxemburgo apostava no contra ataque na ausência de Talles Magno, convocado para o Mundial Sub-17, foi possível nota na estreia de Alberto Valentim à frente do Botafogo a valorização da bola, confirmado pela maior posse no primeiro tempo.
O jogo perdeu intensidade após o intervalo. Sem o mesmo fôlego, o Vasco perdeu o controle do meio de campo, que Luxa tentou reequilibrar com a entrada de Marcos Júnior e Gabriel Pec no lugar de Felipe Ferreira e Ribamar, respectivamente. Machucado, Pimpão cedeu lugar a Leo Valencia, que melhorou ligeiramente as ações ofensivas pela direita.
Cavalieri confirmou a boa fase com defesas difíceis nas finalizações de Marrony e Rossi. Mesmo bem marcado e sem velocidade, Diego Souza, isolado, tentou, mas não se sobressaiu no duelo com Leandro Castan. Com a vantagem, Luxa reforçou a marcação com o estreante Guarín, que fez boa jogada no gol marcado por Gabriel Pec, corretamente anulado por impedimento.
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários