Carteirada na mira do Juizado do Torcedor e Grandes Eventos

Ação considerada crime será combatida durante o Rock In Rio

Por O Dia

Carteirada, aquela prática antiga de policias para entrar nos lugares sem pagar ou ser convidado, virou alvo de combate do Juizado do Torcedor e Grandes Eventos dentro da cidade do Rock. "É bom lembrar que é crime de concussão com pena de até oito anos. Não vamos permitir esse absurdo", afirmou o juiz Marcello Rubiolli, responsável pelo órgão. Segundo o magistrado, as ações estão sendo feitas em conjunto com as corregedorias das polícias Civil, Militar e Federal. O juiz informou que um policial federal já foi preso e que as ações com apoio dos organizadores do evento vão continuar hoje nas áreas vips.  Mas não há registro de prisão formalizado na Cidade do Rock.