MP achou suficiente duas censuras impostas à promotora

CNMP reviu punição e aplicou suspensão de 30 dias. Como decisão não foi unânime, cabe recurso

Por O Dia

Rio - O Ministério Público achou suficiente as duas punições de
censura imposta pela Corregedoria à promotora Cristina
Benites, flagrada com formulários de investigações, em
branco, mas assinados. A punição foi revista pelo Conselho
Nacional do MP que aplicou suspensão de 30 dias. Como a
decisão não foi unânime, cabe recurso. A promotora só falará
nos autos. Portanto, não se sabe se ela irá recorrer, ao contrário
do que a blog publicou semana passada.