Botafogo volta a vacilar no fim e perde para o Palmeiras no Nilton Santos

Glorioso sofreu nova derrota em casa para um adversário paulista

Por O Dia

02/08/2017. O jogador Bruno Silva durante a partida entre Botafogo x Palmeiras, no Estádio Nilton Santos (Engenhão), válida pela 18ª Rodada do Campeonato Brasileiro. Foto - Daniel Castelo Branco / Agência O Dia
02/08/2017. O jogador Bruno Silva durante a partida entre Botafogo x Palmeiras, no Estádio Nilton Santos (Engenhão), válida pela 18ª Rodada do Campeonato Brasileiro. Foto - Daniel Castelo Branco / Agência O Dia - Daniel Castelo Branco / Agência O Dia

Em duelo no Nilton Santos, o Botafogo voltou a sofrer uma derrota para um time paulista. Nesta quarta-feira, o Glorioso perdeu por 2 a 1 para o Palmeiras em duelo pelo Brasileirão.

Os gols da equipe paulista foram marcados por Igor Rabelo (contra) e Deyverson. Rodrigo Pimpão descontou para os donos da casa.

Na próxima rodada, a equipe carioca vai enfrentar o Cruzeiro, no Mineirão. Já o Palmeiras recebe o Atlético-PR, em São Paulo. Ambos os jogos acontecem no domingo.

O técnico Cuca surpreendeu ao armar o Palmeiras no 4-2-3-1, com quatro atacantes de origem no setor ofensivo e sem meias de origem. O intuito de montar um time com jogadores rápidos demorou a surtir efeito, pois o Botafogo conseguiu se posicionar e conter a velocidade pretendida pelo adversário.

O jogo correu por quase 30 minutos sem grandes momentos de perigo, até a estratégia do Palmeiras se justificar. Keno roubou a bola de um botafoguense e rolou para Deyverson chutar. O goleiro Gatito Fernández defendeu no contrapé. Ficou no quase, mas o lance mostrou o quanto o novo centroavante estava atento e com vontade de participar.

O primeiro tempo estava quase no fim quando uma cobrança de falta de Egídio rendeu o gol alviverde. O zagueiro Igor Rabello tentou tirar e fez contra ao tocar de canela na bola. O 1 a 0 no intervalo premiava o time que mais finalizou na etapa inicial (11 vezes), porém durou pouco. Logo no começo do segundo tempo Rodrigo Pimpão em posição irregular, igualou.

O empate fez o Botafogo passar a dominar. A equipe carioca ficou mais perigosa e conseguiu se prevalecer sobre um meio de campo sem armadores, como o escalado por Cuca. O treinador, então, tentou solucionar o problema ao colocar Raphael Veiga e Zé Roberto e reagir ante a evolução causada no time carioca pela entrada do chileno Leonarco Valencia.

O Palmeiras voltou a avançar, manteve a posse de bola no ataque e em nova jogada com Egídio e passe de Zé Roberto, fez o 2 a 1. Foi um gol no momento decisivo para dar mais três pontos e ajudar o Palmeiras a consolidar a reação em curso no Brasileirão.

BOTAFOGO 1 X 2 PALMEIRAS

Local: Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Rafael Traci (PR)
Assistentes: Ivan Carlos Bohn (PR) e Luciano Robenbaum (PR)
Cartões amarelos: Carli, Igor Rabello, Rodrigo Lindoso e João Paulo e Valencia (BOT) e Jailson (PAL)
Cartão vermelho: -
Renda/público: R$ 294.110,00/ 6.840 pagantes
Gols: Igor Rabello, contra (45'/1ºT), Rodrigo Pimpão (8'/2ºT), Deyverson (40'/2ºT)

Botafogo: Gatito Fernández, Luis Ricardo, Carli, Igor Rabello e Victor Luís; Rodrigo Lindoso (Valencia, Intervalo), Bruno Silva, Matheus Fernandes (Guilherme, 30'/2ºT) e João Paulo; Rodrigo Pimpão e Roger (Brenner, 41'/2ºT)- Técnico: Jair Ventura.

Palmeiras: Jailson, Mayke, Luan, Juninho e Egídio; Thiago Santos, Bruno Henrique (Zé Roberto, 28'/2ºT) e Dudu; Róger Guedes (Borja, 32'/2ºT), Deyverson e Keno (Raphael Veiga, 17'/2ºT) - Técnico: Cuca.

Galeria de Fotos

Jogo Botafogo e Palmeiras no Estádio Nilton Santos - não tratar Reprodução Internet
02/08/2017. O jogador Bruno Silva durante a partida entre Botafogo x Palmeiras, no Estádio Nilton Santos (Engenhão), válida pela 18ª Rodada do Campeonato Brasileiro. Foto - Daniel Castelo Branco / Agência O Dia Daniel Castelo Branco / Agência O Dia

Comentários

Últimas de Esporte