Flu em dia de quebrar tabus

Embalado, time do técnico Abel Braga quer o terceiro triunfo seguido neste Brasileiro e vitória inédita sobre a Chapecoense

Por HUGO PERRUSO

Em boa fase, o Fluminense vai em busca da inédita terceira vitória seguida neste Brasileiro para tentar se afastar de vez da zona de rebaixamento. Em seu melhor momento na competição, com sete pontos conquistados em três jogos, o time de Abel Braga terá pela frente um adversário indigesto: a Chapecoense, hoje, às 19h, na Arena Condá. Além de ser mais um rival na luta contra a degola, os catarinenses nunca perderam para o Tricolor na história.

Contra um retrospecto nada animador, o Fluminense tem a seu favor o desempenho dentro de campo. Contra adversários da parte de baixo da tabela, somou 24 pontos neste Brasileirão, o que representa 63,1% do total conquistado. Foram seis vitórias e seis empates.

Sem ainda ter perdido para rivais na luta contra o rebaixamento, o time de Abel Braga, se repetir o desempenho contra a Chapecoense, não será ultrapassado por ninguém e se manterá a uma distância relativamente segura da zona da degola.

"Vai ser mais um jogo chato, difícil, fora de casa. Temos de ir com o intuito de somar pontos. É importante sair de lá com a vitória, mas se sair com o empate não é ruim nas circunstâncias do campeonato", avaliou Reginaldo.

Entretanto, se conseguir a primeira vitória na história do confronto, o Tricolor dará um passo importante para a fuga definitiva do rebaixamento. Se chegar aos 41 pontos, poderá até mesmo pensar com mais esperança na busca por uma vaga na Libertadores.

Até porque, segundo o site 'Infobola', o Fluminense está mais perto da Libertadores do que da queda. Antes do início desta rodada, o Tricolor possuía 7% de chances de se classificar à competição sul-americana e 5% de rebaixamento.

Para a partida de hoje, Abelão não contará com Sornoza, Douglas e Orejuela. Wendel retorna ao time. Já Pierre, recuperado de cirurgia no tornozelo esquerdo, será opção.

Comentários

Últimas de Esporte