DOIS DEDOS DE PROSA

Por O Dia

Bruno e Marcia
Bruno e Marcia - ACERVO PESSOAL

BRUNO CHATEAUBRIAND, coautor do livro 'Como Usar o Whatsapp a Seu Favor'

Como surgiu a ideia do livro?

Surgiu após um desabafo nas redes sociais, em abril. Nele, disse que as pessoas deveriam usar melhor essa ferramenta. Porque muitos, como eu, usam o aplicativo a trabalho. Mas algumas pessoas nos enviam mensagens fragmentadas ou então correntes, e isso é complicado. As pessoas que leram meu desabafo pediram para escrever um livro sobre o assunto.

Conte sobre a parceria com a Marcia Disitzer, coautora do livro.

Ela me ligou e se dispôs a tocar o projeto junto comigo. Pensamos num formato para o livro que tem muito a ver com os dias de hoje: não ditar regras. Até porque essas ferramentas se modificam a cada dia. Nosso objetivo é gerar o debate sobre como estamos usando o aplicativo. Nós escolhemos 30 entrevistas e colocamos na obra. Aliás, todas as entrevistas foram feitas por Whatsapp. São diversos personagens: Toni Garrido, Thalita Rebouças, Amaury Jr., Leo Dias, entre outros.

Do que os entrevistados mais reclamaram?

Converge muito na questão de grupos. Por exemplo, adicionar alguém sem pedir a permissão dessa pessoa é uma saia justa. Até porque o número dela vai ser exposto para um grupo de pessoas. Outra questão complicada é quando uma pessoa é adicionada a um grupo e depois sai dele. Como essa atitude vai ser vista? Como falta de educação? Tem também a reclamação dos áudios intermináveis. O ideal são as gravações de até um minuto.

Mudando de assunto, como estão os preparativos para o Réveillon?

Temos novidades, mas não posso falar algumas coisas por questão contratual. A festa vai ser na Atlântica, depois de vários anos no Flamengo, quando ainda era casado com o André Ramos. A Atlântica tem uma energia incrível, é um lugar lindo e que, nesse momento, converge com coisas que estou fazendo. O lançamento do livro será lá, hoje, no Marriott Hotel, às 18h. Meu foco a partir da 0h de hoje é no livro.

Comentários

Últimas de Diversão