Flu vive jogo decisivo contra a Ponte Preta

Em duelo de ameaçados, tricolores têm de vencer para acabar com o risco de degola

Por O Dia

O Fluminense enfrenta a Ponte Preta hoje, às 17h, no Maracanã, em clima de decisão de campeonato. Mas não há nenhum título em jogo. Uma vitória livrará de vez os tricolores do risco de rebaixamento. A torcida, se não está muito confiante com o time, pode se apegar aos números para ficar mais tranquila. Em 13 jogos contra a Macaca no Rio, são dez vitórias e três empates.

O técnico Abel Braga promoverá duas mudanças no time com relação ao jogo contra o Corinthians: o zagueiro Renato Chaves e o lateral-esquerdo Marlon estão de volta após cumprir suspensão automática.

Artilheiro do Fluminense na temporada, com 31 gols, e vice do Brasileiro, com 17, Henrique Dourado alerta para o perigo do jogo contra a Ponte, que também luta para não cair para a Série B. "Vamos ter que entender o momento do jogo, independente de estar em casa ou não. Contra o Botafogo, tomamos um gol e soubemos manter o padrão até a virada (2 a 1). Mesmo em casa, sabemos que a Ponte tem jogadores diferenciados e temos de ter atenção. Jogando em casa, temos que impor o nosso ritmo", disse o Ceifador, lembrando a última vitória do Flu no Brasileirão, na 32ª rodada de lá para cá, o time empatou com o Coritiba (2 a 2) e perdeu dois jogos por 3 a 1, para Cruzeiro e Corinthians.

No treino de ontem, Abel deu ênfase à parte tática para ajustar o posicionamento da defesa nas jogadas de bola parada, principal dor de cabeça da equipe nesta temporada.

MARQUINHO DE MOLHO

O apoiador Marquinho sofreu uma lesão no joelho no treino de ontem, no CT da Barra, e não tem previsão de voltar ao time. Segundo o departamento médico, o jogador machucou o mesmo joelho que operou há cinco meses, por causa de uma tendinite patelar, e corre o risco de ser submetido a uma nova cirurgia.

Comentários

Últimas de Esporte