Zidane sai em defesa de árbitro de vídeo após polêmica envolvendo Lionel Messi

Neste fim de semana em jogo do Barça, o argentino chutou, o goleiro Neto falhou e tirou a bola após atravessar a linha, mas o gol não foi validado

Por O Dia

Real Madrid's French coach Zinedine Zidane (R) stands with his trophy for winning The Best FIFA Men's Coach of 2017 Award alongside  Real Madrid and Portugal forward Cristiano Ronaldo, with his trophy for winning The Best FIFA Men's Player of 2017 Award during The Best FIFA Football Awards ceremony, on October 23, 2017 in London. / AFP PHOTO / Ben STANSALL
Real Madrid's French coach Zinedine Zidane (R) stands with his trophy for winning The Best FIFA Men's Coach of 2017 Award alongside Real Madrid and Portugal forward Cristiano Ronaldo, with his trophy for winning The Best FIFA Men's Player of 2017 Award during The Best FIFA Football Awards ceremony, on October 23, 2017 in London. / AFP PHOTO / Ben STANSALL - AFP

Espanha - O francês Zinedine Zidane avaliou nesta segunda-feira que a vídeo-arbitragem é inevitável, mas que ainda pode restar certa espontaneidade no futebol, depois do gol não assinalado ao Barcelona que levantou polêmica no Campeonato Espanhol.

"Certamente, ganharemos por um lado e perderemos um pouco pelo outro. Ao mesmo tempo é inevitável", declarou Zidane na coletiva de imprensa que antecede a partida de volta do Real Madrid na Copa do Rei, contra o Fuenlabrada.

"Ao final, vamos no caminho disso e teremos menos polêmicas, porque esse é o objetivo. O único objetivo é esse: menos polêmica. Mas, por outro lado, vai tirar a espontaneidade do que nós gostamos", acrescentou.

As declarações do técnico merengue chegam após a polêmica iniciada em gol de Lionel Messi que não foi validado pela arbitragem. O argentino chutou, o goleiro brasileiro Neto falhou e tirou a bola depois de atravessar a linha. O trio de arbitragem não viu o lance na partida entre Barcelona e Valencia, no domingo.

O "gol fantasma" reabriu o debate sobre a tecnologia na arbitragem. Diferentemente de outras grandes ligas europeias, o Campeonato Espanhol não utiliza o recurso e deve introduzir a vídeo-arbitragem (VAR) na próxima temporada.

"Está previsto. É a tecnologia que muda, isto vai ser um sistema para melhorar o futebol", lembrou Zidane.

Comentários

Últimas de Esporte