Gatito comemora mais um prêmio

Eleito pela agência EFE o melhor estrangeiro do Brasileiro, goleiro festeja: 'Fico feliz pelo reconhecimento'

Por ASSINATURA REPÓRTER

Após ser eleito o melhor goleiro da Copa do Brasil, Gatito supera outros gringos: temporada de sucesso
Após ser eleito o melhor goleiro da Copa do Brasil, Gatito supera outros gringos: temporada de sucesso - VITOR SILVA / SSPRESS / BOTAFOGO

Um dos principais nomes da temporada do Botafogo, Gatito Fernández teve o ótimo trabalho reconhecido mais uma vez. Depois de ser escolhido o melhor goleiro da Copa do Brasil, na qual o time parou nas semifinais, Gatito festeja a eleição, pela agência de notícias espanhola EFE, de melhor estrangeiro em ação no Campeonato Brasileiro.

O novo prêmio é um reconhecimento que merece ser comemorado. Afinal, o que não faltou nesta temporada no país foi estrangeiro. Gatito superou na última rodada a concorrência de outro colega de profissão, o goleiro uruguaio Martín Silva, titular absoluto do Vasco, que também fez ótimo campeonato e foi peça-chave para levar o time cruzmaltino à Libertadores. Em terceiro, a agência apontou o argentino Lucas Pratto, do São Paulo, autor de 13 gols.

Gatito admitiu que o ano vai terminar da forma que o time e a torcida não esperavam, com o Botafogo fora da principal competição continental. De férias com a família e com a namorada em Orlando (EUA), ele se surpreendeu com a notícia: "Fico feliz pelo reconhecimento. Atuar e ir bem num clube enorme como o Botafogo sempre foi um objetivo", declarou ao site Globoesporte.com.

Uma das principais qualidades de Gatito foi a frieza na hora dos pênaltis. Na temporada, pegou oito. Ele se considera mais maduro e aposta numa evolução na carreira. "Chego aos 29 anos, na melhor idade para um goleiro. E espero ficar muitos anos ainda mantendo esse nível", declarou Gatito, que tem contrato até o fim de 2018.

REFORÇOS EM PAUTA, MAS SEM AVANÇO

A diretoria do Botafogo fez propostas a três atacantes, principais alvos para reforçar o time visando à temporada de 2018: Gilberto, do São Paulo, Rildo, do Coritiba, e Bergson, do Paysandu.

O atacante, que estava no clube do Morumbi, já deixou claro que a prioridade é voltar ao exterior. Gilberto teria sondagens de times do México, Turquia e Coreia do Sul. Rildo também interessa ao Vasco, que já teria apresentado oferta pelo jogador, e Bergson, que pediu alto num primeiro momento e se distanciou do Alvinegro, já estaria com nova proposta em mãos, mas, no momento, o Atlético-PR é o favorito.

Um outro nome surgiu com menos força na pauta do Botafogo: o do atacante Erick, que surgiu bem no Goiás, mas ficou encostado no Palmeiras. O problema é que tem a concorrência de outros clubes, entre eles os rivais Vasco e Fluminense.

Comentários

Últimas de Esporte