Dólar à vista fecha em baixa de 0,5%, a R$ 3,24

O menor patamar da moeda americana em quase um mês

Por Estadão Conteúdo

Dólar
Dólar - FreeImages.com

O dólar à vista encerrou a quarta-feira, 3, abaixo da marca de R$ 3,25, aos R$ 3,2423, menor patamar em quase um mês. O dia foi favorável a ativos de economias emergentes em geral, com aumento da apetite pelo risco que impulsionou também as Bolsas. O forte avanço do petróleo, a queda do risco Brasil e o otimismo com a economia, respaldado pelos recentes indicadores econômicos, também deram suporte ao alívio no câmbio.

O principal destaque da agenda, a ata do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano), divulgada no fim da tarde, praticamente não teve impacto nos negócios por aqui. A moeda no segmento à vista fechou em baixa de 0,50%, cotada em R$ 3,2423, menor preço desde 6 de dezembro de 2017, quando havia encerrado em R$ 3,2339.

Internamente, os primeiros dados da economia brasileira em 2017 confirmam a percepção da retomada, mas sem pressão inflacionária uma vez que os índices de preços estão bem comportados e podem assegurar novas quedas da Selic.

No segmento futuro, o dólar para fevereiro terminou em R$ 3,2480 (-0,70%), com mínima de R$ 3,2440 e máxima de R$ 3,2775. O giro financeiro somou US$ 16,267 bilhões.

 

Comentários

Últimas de Economia