Esquema envolve envio de cartas

Por O Dia

Um esquema complexo de golpistas e fraudadores da Previdência indica que foram investidos tempo e dinheiro para preparar todo aparato afim de tentar ludibriar o maior número de aposentados e pensionistas do INSS.

Em alguns casos, eles alugam salas comerciais, e em outros se estabelecem como Organizações Não Governamentais (ONGs) ou até mesmo em imóveis residenciais. Afinal, o objetivo é arrecadar algum dinheiro às custas de trabalhadores e aposentados.

"O esquema conta ainda com a compra de dados com informações de aposentados, pensionistas, servidores públicos inativos e militares reformados com rendimento alto", informa o coordenador da força-tarefa previdenciária, Marcelo de Ávila.

De posse dos dados, os fraudadores enviam cartas pelos Correios oferecendo revisão de benefício, pagamento de atrasados, entre outros.

As dicas para não cair no golpe são: verificar se tem direito à revisão, não ir sozinho ao escritório que oferece a facilidade e procurar a ajuda de um advogado de confiança.

Comentários

Últimas de Economia