Governo vai anunciar medidas para estimular crédito e reduzir desemprego

Pacote pretende reativar a economia do país

Por O Dia

Rio - Apesar do agravamento da crise política do país, o governo da presidente Dilma Roussef pretende anunciar nesta segunda-feira um pacote de medidas para reativar a economia do país, que deve injetar mais dinheiro no mercado, por meio da concessão de novas linhas de empréstimos. As medidas serão anunciadas pelo ministro da Fazenda Nelson Barbosa, mas até domingo ainda estavam sendo fechadas.

Na sexta-feira, Nelson Barbosa disse, em São Paulo, que o governo continua propondo medidas para destravar a economia e não se deve ser muito otimista a ponto de ser complacente nem pessimista a ponto de ficar paralisado.

O ministro disse que o governo deve ser realista e pragmático e enfrentar os problemas mais imediatos. “Estamos testando nossa capacidade de resolver problemas. O desafio é estabilizar a economia em todos os sentidos: fiscal, internacional, controle da inflação e, sobretudo, a renda e o emprego”, afirmou.

Segundo Barbosa, as projeções para o ano ainda são muito incertas, mas o ministério acredita que é possível estabilizar o nível de renda até meados do ano e recomeçar a crescer no fim do ano.

Para Nelson Barbosa, o cenário atual é conturbado e a melhora da situação econômica ajudará a política e vice-versa, porque a incerteza política atrasa a economia. “A política econômica tem de ser agente de estabilização”, disse o ministro.

Últimas de Brasil