Homem se passa por policial federal, sequestra e estupra mulher em São Paulo

Polícia procura criminoso que mostrou um falso distintivo para render a vítima na saída de um supermercado na Rua Augusta, na capital paulista

Por O Dia

São Paulo - A Polícia Civil de São Paulo faz buscas para localizar um homem que, na sexta-feira passada, se passou por um falso policial federal para render uma mulher, entrar em seu carro, circular com ela pela cidade durante três horas e, nesse período, estuprá-la e fazê-la sacar R$ 3 mil de um caixa eletrônico.

A mulher foi rendida quando saía de um supermercado na Rua Augusta, na região dos Jardins, área nobre da capital paulista. O homem estava esperando o carro sair do estacionamento e, do meio da rua, encostou o falso distintivo para a mulher, que achou se tratar de um policial de verdade e abriu o vidro. O homem a convenceu a abrir a porta. Foi quando ela foi rendida. 

O delegado seccional da região Centro, Marco Antônio de Paula Santos, afirmou que as investigações "estão avançadas" e que, por isso, preferia não dar detalhes sobre o caso, para não atrapalhar a captura do criminosos. Também não deu nenhum detalhe sobre a vítima, fortemente abalada após a agressão.

Nesta terça, depois que grupos de WhatsApp começaram a espalhar a história, mais mulheres começaram a contar relatos de supostas abordagens mal sucedidas que teriam ocorrido, na mesma região, por um homem que também teria um distintivo nas mãos. 

Sequestro aconteceu na tradicional Rua Augusta%2C na região dos JardinsGoogle Street View

O delegado, entretanto, afirma que não há informações na Polícia Civil de outras vítimas.

Últimas de Brasil