Esplanada: Dois deputados querem usar MP 810 para dar presentão às teles

Sem alarde, Odorico Monteiro (PSB-CE) e Heitor Schuch (PSB-RS) apresentaram emendas para isentar operadoras de telefonia de impostos

Por O Dia

Brasília - Enquanto o cidadão sofre com os serviços de telefonia no Brasil – sinais ruins, internet capenga e cobranças abusivas, para citar só três desserviços – dois deputados federais querem usar a Medida Provisória 810 para dar um presentão às teles, sem alarde.

Odorico Monteiro (PSB-CE) e Heitor Schuch (PSB-RS) apresentaram emendas à MP
para isentar operadoras de telefonia de impostos. Isentar: taxa zero. A MP 810 trata de
incentivos ao setor de tecnologia de informação. Mas não quer dizer desoneração.

Até cartões
Não bastasse, a dupla incluiu também a isenção total de impostos para operações dos
cartões de crédito e débito. Com a palavra, o Congresso e o presidente Temer.

Aô, ‘contrabando’!
Na mesma MP 810, o deputado Pauderney Avelino (DEM-AM) apresentou emenda
para dar isenções aos fabricantes de motocicletas. Tema totalmente diferente da medida.

Além de prêmios
A Loterj vai destinar R$ 2,3 milhões para 19 projetos sociais, contemplados no último
edital de convocação. Serão beneficiadas em especial entidades de apoio a deficientes.

Puxadinhos do Governo
Movimentações estranhas acontecem na diretoria da Polícia Federal no Porto de Santos
(SP), onde o presidente Michel Temer tem apadrinhados em estatais há anos. A diretoria
da PF deve ser substituída no local. Internamente na PF, há receio de que unidades
operacionais em parceria com a Receita Federal tenham apadrinhamento de deputados.

História
O Ministério dos Direitos Humanos prepara 48 mil exemplares de um livro didático
chamado “História e cultura afro-brasileira e africana na educação infantil”. Já estão na
impressão. Serão destinados a alunos do ensino fundamental e médio.

No cantinho
No anuário do Poder Executivo as ações do Ministério dos Direitos Humanos passam
despercebidas, sem destaques, diante da atual moral da ministra Luislinda Valois.

O outro lado
Enquanto casos de corrupção envolvendo políticos e grandes empresas são aqueles que
dominam as manchetes dos jornais, há de se notar que a prática ilegal representou 66%
das demissões no serviço público federal em 2017.

A conta
O prejuízo para o Brasil com casos de corrupção envolvendo servidores federais pode
chegar a R$ 2 bilhões na economia.

Fogo amigo
O ministro Torquato Jardim, depois de dizer que a decisão do indulto de natal a
corruptos foi uma decisão política de Michel Temer, afirmou, também, que a ampliação
do perdão se dá porque o Estado não consegue cumprir o papel de ressocializar.

Para piorar..
..A Câmara ratifica: projeto que cria fundo de capacitação para o trabalho e escolaridade
de presos foi rejeitado pela Comissão de Segurança Pública.

Coluna de Leandro Mazzini

Últimas de Brasil