'Foi a quina da mesa', descubra o motivo de várias famosas postarem frase

Campanha contra a violência doméstica incentiva pessoas a denunciar qualquer caso suspeito de relações abusivas

Por O Dia

Rio - Muitas mulheres dão desculpas todos os dias, seja por uma manchinha roxa na perna ou quando aparece uma vermelhidão no braço. Os motivos são diversos: esbarrou na maçaneta da porta, bateu na quina da cama, se queimou com a panela quente, entre uma série de explicações que, com certeza, você já deve ter ouvido por aí. Acontece que, por trás dessas desculpas, podem se esconder motivos horríveis, geralmente silenciados por medo ou vergonha.

Deborah Secco aderiu à campanha contra violência domésticaRaphael Castello / Ag. News

O esbarrão na maçaneta, na verdade, foi uma agressão que foi ocultada; a batida na quina da mesa pode ter sido um beliscão ou um tapa que deixou marca. Cada hematoma pode representar uma série de acontecimentos ruins dentro de uma relação abusiva. Pensando na questão sobre "o que há por trás do fato", várias famosas começaram a postar nas redes sociais frases como as citadas acima. Preta Gil, Bela Gil, Deborah Secco, Luiza Possi e Marjorie Estiano encabeçam o time que aderiu à campanha contra violência doméstica intitulada de "Curiosidade Salva".


Foi a maçaneta da porta.

Posted by Bela Gil on Segunda, 24 de agosto de 2015

Foi a torneira do chuveiro.

Posted by Preta Gil on Segunda, 24 de agosto de 2015


Foi a quina da mesa.

Posted by Luiza Possi on Segunda, 24 de agosto de 2015

Como os usuários ficaram sem entender o conteúdo postado, clicaram no hostórico do post e acabaram se surpreendendo com a explicação. "É isso que você deve fazer sempre: reparou alguma coisa estranha, procure saber mais. Muitas vezes, uma maçaneta da porta é um marido agressivo e a vítima não tem coragem de dizer. Viu sinais de agressão? Denuncie. Faz um 180 e dê uma virada nessa realidade. Disque-Denúncia - 180", dizia o texto.

A curiosidade das pessoas pode, sim, livrar uma pessoa de uma relação abusiva. Qualquer caso suspeito deve ser denunciado, já que, geralmente, pessoas que sofrem violência física mascaram o ocorrido e não denunciam seus agressores.

Últimas de Celebridades