Servidor: Alerj consegue arresto de R$ 52 milhões do estado para pagar salários

Recursos já foram transferidos para o Legislativo

Por O Dia

Rio - Pouco mais de R$ 52 milhões foram confiscados dos cofres do Rio na quarta-feira para pagar o duodécimo do Legislativo Fluminense. A Alerj entrou com Mandado de Segurança no Tribunal de Justiça (TJ-RJ), no início do mês, devido à falta de repasses dos recursos previstos ao Poder nos meses de fevereiro e de março.

A desembargadora Teresa Andrade deu decisão favorável à Alerj, na segunda-feira, determinando o arresto de R$ 52.054.446 relativos ao duodécimo de março. E, nesta quarta-feira, a magistrada informou, em despacho, que o bloqueio foi realizado com sucesso e que efetuou a transferência (dos recursos) na mesma data.

Últimas de Economia