De volta ao Corinthians, Emerson Sheik garante: 'Eu sempre fui Flamengo'

Em entrevista a Rolling Stone, o atacante falou sobre a relação com a torcida do Timão e também sobre polêmica com a CBF

Por O Dia

São Paulo - Sempre polêmico, o atacante Emerson Sheik está de volta ao Corinthians, após passagem apagada dentro de campo pelo Botafogo. Em entrevista à revista Rolling Stone, o atacante admitiu que é torcedor do Flamengo, clube no qual atuou em 2009, mas que o Timão está imortalizado para sempre no seu coração.

Emerson Sheik falou sobre Corinthians e CBFReprodução Internet

“Eu sou Flamengo, mas tenho um carinho muito grande pelo Corinthians. As pessoas confundem. Foram cinco títulos importantes em três anos. Bacana. Mas eu estava sendo pago para isso. Eu não fiz nada de especial. E também não fiz sozinho. Mas meu relacionamento com o Corinthians hoje é mais do que as pessoas pensam. A identificação com o torcedor foi uma coisa absurda. Acho que os caras me olham lá da arquibancada e falam: ‘Esse cara aí parece que tava aqui no nosso meio’. E é exatamente isso. Tem esse lance do maloqueiro – não estou generalizando, e é no bom sentido, obviamente –, o cara que vende tudo pra ir ver o time. Alguns anos atrás, eu estava na mesma condição deles, de ir pro Maracanã, pular a linha do trem pra ver jogo e por aí vai.”

Durante a partida contra o Bahia, no Brasileirão de 2014, Sheik, que atuava pelo Botafogo, foi expulso. Ao deixar o campo, o atacante fez críticas e chamou a CBF de "vergonha". Apesar de preferir não revelar, o jogador contou que tem ciência de fatos que seriam reveladores sobre a entidade.

“Não tenho provas, por isso não posso falar muito nem dar nomes. Mas já ouvi tantas histórias a respeito da CBF, que se parte delas fosse provada, isso deixaria enojado e decepcionaria muita gente que tem o futebol como paixão", concluiu.

Últimas de Esporte