Spurs perde após 13 jogos, Warriors vence quarta seguida e dispara na ponta

San Antonio Spurs perdeu a sua longa invencibilidade longe de seu domínios na NBA ao ser derrotado pelo Chicago Bulls, por 95 a 91

Por O Dia

San Antonio - Após 13 vitórias consecutivas fora de casa, o San Antonio Spurs perdeu a sua longa invencibilidade longe de seu domínios na NBA ao ser derrotado pelo Chicago Bulls, por 95 a 91, em um dos jogos da rodada da noite desta quinta-feira. Foi o primeiro revés da equipe atuando como visitante nesta temporada regular da liga de basquete dos Estados Unidos, na qual agora passou a contabilizar cinco derrotas em 23 partidas como vice-líder da Conferência Oeste.

O tropeço do Spurs acabou sendo bom para o Golden State Warriors que disparou na liderança do Oeste, agora com 20 triunfos em 23 jogosEFE/Kamil Krzaczynski

O tropeço do Spurs acabou sendo bom para o Golden State Warriors, que outro duelo da rodada desta quinta superou o Utah Jazz por 106 a 99, em Salt Lake City, e disparou na liderança do Oeste, agora com 20 triunfos em 23 jogos.

Responsável pelo fim desta invencibilidade forasteira do Spurs, o Chicago Bulls alcançou a sua 12ª vitória em 22 confrontos e assim se garantiu na sétima posição da Conferência Leste. E, para frear o visitante mais indigesto desta temporada até aqui e assegurar lugar na zona de classificação para os playoffs, a equipe de Illinois contou com uma forte atuação coletiva.

Cinco dos nove jogadores que estiveram em quadra pelo Bulls no duelo desta quinta marcaram ao menos 12 pontos, sendo que o principal cestinha da equipe foi Dwayne Wade, com 20. Jimmy Buttler foi o segundo maior pontuador do time, com 13, enquanto Rajon Rondo ficou muito próximo de um "triple-double" ao contabilizar 12 pontos, dez rebotes e nove assistências.

O brasileiro Cristiano Felício, por sua vez, ajudou o time de Chicago com nove pontos e sete rebotes, sendo importante também para suplantar os poucos destaques individuais do Spurs, que teve como principal nome Kawhi Leonard, cestinha da partida, com 24 pontos. Já o espanhol Pau Gasol fez um "double-double" de 13 pontos e dez rebotes, enquanto Patty Mills foi o segundo maior pontuador da equipe, com 16.

WARRIORS ATROPELA NO INÍCIO

Beneficiado pela primeira derrota do Spurs fora de casa, o Golden State Warriors emplacou a sua quarta vitória consecutiva na rodada desta quinta-feira. Para triunfar em Salt Lake City, o time de Oakland atropelou no primeiro quarto, no qual chegou a abrir 29 a 5 no placar, antes de fechar o período inicial vencendo por 35 a 17.

Depois disso, o jogo ficou mais parelho, mas os atuais vice-campeões da NBA conseguiram administrar a vantagem com relativa tranquilidade nos períodos seguintes, embora a diferença de pontos tenha chegado a cair para cinco (84 a 79) no último quarto.

O astro Stephen Curry, que começou com tudo e depois caiu de rendimento, terminou a partida como cestinha pelo Warriors, com 26 pontos, enquanto Kevin Durant também foi decisivo com um "double-double" de 21 pontos e 11 rebotes. Já o brasileiro Anderson Varejão mais uma vez não foi utilizado pelo técnico Steve Kerr na equipe visitante.

Pelo lado do Jazz, que sofreu sua 10ª derrota em 24 jogos nesta temporada e ocupa a sétima posição da Conferência Oeste, Joel Inglez foi o maior destaque ofensivo, com 21 pontos. O brasileiro Raulzinho esteve em quadra por 14 minutos pela equipe da casa após sair do banco de reservas, ajudando o seu time com cinco pontos, dois rebotes e uma assistência.

DE AZUL, RAPTORS VENCE BEM

O Toronto Raptors deixou o seu tradicional uniforme vermelho de lado para usar a cor azul na rodada desta quinta-feira da NBA. A iniciativa foi mais uma homenagem ao Toronto Huskies, que está completando 70 anos de existência e chegou a participar do jogo que é considerado o primeiro da história da NBA. No dia 1º de novembro de 1946, a equipe canadense encarou o então chamado New York Knickerbockers, em Ontário (CAN).

E o azul trouxe sorte ao Raptors, pois a franquia derrotou o Minnesota Timberwolves por 124 a 110, em casa, e se consolidou na vice-liderança da Conferência Leste, agora com 15 vitórias em 22 partidas. Já o seu adversário, 12º colocado do Oeste, amargou a 16ª derrota em 22 confrontos nesta temporada.

O time canadense assim se recuperou do revés diante do líder Cleveland Cavaliers, sofrida em casa na última segunda-feira, desta vez impulsionado principalmente por DeMar DeRozan, cestinha da equipe, com 27 pontos, Kyle Lowry e Jonas Valanciunas. Lowry foi o autor de um "double-double" de 25 pontos e 11 assistências, enquanto o lituano também somou dois dígitos em dois fundamentos ao fazer 20 pontos e apanhar dez rebotes.

O brasileiro Lucas Bebê, por sua vez, também teve uma boa atuação pela equipe canadense, com oito pontos, nove rebotes e três tocos.

Pelo lado do Timberwolves, Zach Lavine se destacou como cestinha do jogo, com 29 pontos, enquanto Andrew Wiggins fez 25 pelos visitantes.

Outro grande destaque da rodada desta quinta-feira foi o espanhol Marc Gasol, autor de 36 pontos na vitória apertada do Memphis Grizzlies sobre o Portland Trail Blazers, por 88 a 86, em casa. O resultado levou o seu time a passar a contabilizar 16 vitórias em 24 partidas na quinta posição do Oeste. Mesmo com a 12ª derrota em 24 jogos, a equipe do Oregon se manteve na zona de classificação para os playoffs, em oitavo lugar nesta mesma conferência.

Confira os jogos da rodada desta quinta-feira na NBA:

Toronto Raptors 124 x 110 Minnesota Timberwolves
Washington Wizards 92 x 85 Denver Nuggets
Memphis Grizzlies 88 x 86 Portland Trail Blazers
New Orleans Pelicans 88 x 99 Philadelphia 76ers
Utah Jazz 99 x 106 Golden State Warriors
Chicago Bulls 95 x 91 San Antonio Spurs

Confira os jogos desta sexta-feira:

Charlotte Hornets x Orlando Magic
Cleveland Cavaliers x Miami Heat
Boston Celtics x Toronto Raptors
Milwaukee Bucks x Atlanta Hawks
Oklahoma City Thunder x Houston Rockets
Minnesota Timberwolves x Detroit Pistons
Dallas Mavericks x Indiana Pacers
Los Angeles Lakers x Phoenix Suns
Sacramento Kings x New York Knicks