Edílson 'Capetinha' é transferido da Polinter para presídio em Salvador

Ex-jogador já foi preso outras duas vezes por não pagar pensão alimentícia

Por O Dia

Salvador - O ex-jogador Edílson, conhecido como 'Capetinha', segue preso na Bahia. Nesta quinta-feira, o pentacampeão foi transferido para o Complexo Penitenciário da Mata Escura, em Salvador, depois de sua defesa não fechar um acordo para pagamento de pensão alimentícia. Ele estava anteriormente na sede da Polinter.

Edílson Capetinha não pagou a pensão e foi detido na última terça-feiraReprodução SporTv

Segundo Eduardo, irmão do ex-atleta e advogado do mesmo, a petição de soltura já foi feita e basta que Edílson pague faça o pagamento dos últimos três meses do benefício.

"O advogado, para atrasar e burlar, fez carga do processo só hoje [quinta-feira]. Eu não vou fazer acordo. A estratégia é pagar três meses, o que é praxe."

Esta já é a terceira vez que o ex-atacante acaba preso pelo mesmo motivo. Em 2014 e 2016, Edílson foi detido e vem questionando o valor que deve pagar de pensão desde a primeira delas.

Últimas de Esporte