Terremoto impede embarque da seleção brasileira de natação para o México

Grupo embarcaria para um período de aclimatação antes do Mundial

Por O Dia

São Paulo - O Comitê Paralímpico Brasileiro informa que o embarque da delegação brasileira de natação paralímpica, que seria realizado na noite desta terça-feira, no Aeroporto Internacional de Guarulhos, em São Paulo, rumo à Cidade do México, foi suspenso devido ao forte terremoto que atingiu a capital mexicana.

O grupo de 18 atletas embarcaria para um período de aclimatação antes do Mundial da modalidade, que está previsto para começar no dia 30 de setembro. Não há uma definição de uma nova data de embarque. A direção técnica do Comitê prefere aguardar mais informações sobre as condições da cidade e sobre o status da competição, a fim de garantir a segurança de todos.

O Comitê Paralímpico Brasileiro divulgou nota lamentando a catástrofe e desejando força a todos os mexicanos afetados pelo terremoto.

Ainda sem saber quando poderá viajar por causa do terremoto, a delegação do Brasil conta com 18 nadadores e desta vez será representada por um grupo que mescla nomes consagrados, como por exemplo Daniel Dias, maior atleta paralímpico da história do País, e outros jovens valores da modalidade que despontam no início deste ciclo olímpico que visa principalmente os Jogos de Tóquio-2020.

Últimas de Esporte