Diante da boa fase do Botafogo, Roger Carvalho espera rivais mais difíceis

Zagueiro tem consciência de que os adversários na Série B entraram com motivação a mais para ganhar do Alvinegro

Por O Dia

Rio - A liderança e a boa fase do Botafogo na Série B fez com que os atletas comemorem o momentos, mas também serviu para ligar o alerta. Após o jogo difícil e o consequente empate com o Boa Esporte na sexta-feira por 1 a 1, o Alvinegro pode perceber uma diferença nas equipes que tem enfretado: Todas querem vencê-los. Ciente da responsabilidade extra, Roger Carvalho avalia uma elevação no nível de desemepenho dos adversários daqui pra frente.

"O campeonato vai ficar cada vez mais difícil. Os jogos teoricamente mais fáceis estão ficando cada vez mais complicados, o que já sabíamos que ia acontecer. Todos entram para jogar contra o Botafogo e vamos ter que encontrar maneiras para ganhar dessas equipes. Nós sabíamos que não daria para ser 100% até o fim, mas temos que estar cientes do que precisamos fazer nos próximos jogos", disse.

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Botafogo

Na próxima rodada, o Alvinegro joga fora de casa, mas nem tanto assim. O Botafogo enfrentará o Macaé, no Estádio Moarvyzão, velho conhecido da equipe. Jogando praticamente em seu território, Roger espera que o Alvinegro consiga reencontrar o caminho da vitória.

Roger Carvalho admite que os adversários a partir de agora na Série B serão mais difíceis Vitor Silva / SS Press

"É um gramado um pouco difícil, mas conhecemos o estádio. É o campo deles e será um jogo truncado, mas vamos com força para vencer como temos feito durante o campeonato. Para nós será mais um jogo difícil. Vamos encarar como se fosse qualquer outra equipe, seja do Rio ou não", afirmou.

Se o caminho do gol está cada vez mais estreito, o zagueiro indicou algumas alternativas para que a equipe desmonte a barreira dos adversários e siga marcando os gols. Segundo o zagueiro, é preciso entender o modo de jogo dos adversários para levar vantagem nos duelos. O defensor segue confiante na capacidade da equipe de devolver o Botafogo à primeira divisão.

"Precisamos balançar a equipe deles de um lado para o outro e fazer a leitura mais rápida do jogo. Começamos a jogar pelos lados e a bola foi saindo um pouco melhor. Vamos procurar entender a postura deles para tentar quebrar o famoso dominó das equipes. Desde o começo do campeonato a nossa equipe sabia que seria a bola da vez em todos os jogos, mas os jogadores que estão aqui são preparados e estão dando resultado. Vamos seguir até o final procurando desempenhar um bom papel para tirar o Botafogo da Série B", promete.