Em Florianópolis, Vasco e Fluminense fazem o clássico da ressaca

Pela segunda vez na história do duelo, Vasco e Fluminense vão se encarar fora do Rio

Por O Dia


Santa Catarina - O futebol apresentado por Vasco e Fluminense no Campeonato Brasileiro não tem empolgado, a ausência de craques e jogadores renomados em campo está confirmada e a expectativa é que, na hora do jogo, faça um frio de 14ºC. Se não bastasse, os dois vão duelar nesta quarta, às 21h50, no acanhado Estádio do Ressacada, em Florianópolis e longe de suas casas. Em 90 anos, é a segunda vez que o clássico será realizado em outro Estado.

Ressacada será palco do clássico desta quartaDivulgação

Com a perda de quatro mandos de campo, a diretoria do Vasco foi obrigada a procurar outra ‘casa’. Mas, em vez do Mané Garrincha ou da Arena Pernambuco, arenas construídas para a Copa do Mundo e que já receberam clássicos regionais, o estádio do Avaí, que tem capacidade para apenas cerca de 17 mil pessoas, foi o escolhido.

Antes, houve apenas um clássico entre Vasco e Fluminense longe do Rio. Em 1992, o Gigante da Colina venceu o confronto por 2 a 0, em partida realizada em Juiz de Fora. Alheio à discussão, o técnico Dorival Júnior acredita que a Ressacada tem uma boa estrutura para receber os clubes.

“É um local preparado para receber um belo espetáculo. Não podemos pensar em tamanho do estádio, em torcida. Sei que teremos um grande jogo e espero que o Vasco continue em busca da recuperação”, afirmou o comandante, lembrando o jogo do primeiro turno, vencido por 3 a 1. “Marcamos o início de uma recuperação a partir dali e espero que aconteça o mesmo agora”, completou.

Para evitar grandes deslocamentos e, com isso, desgastar menos o grupo, o Fluminense atuou em Caxias do Sul domingo e viajou direto para Florianópolis. Mesmo assim, o técnico Vanderlei Luxemburgo reclamou sobre a marcação do clássico para outra cidade. Ele ainda criticou o tipo de punição que o Vasco recebeu.

“O punido, na verdade, foi o Fluminense, pois a despesa dessa viagem é toda nossa. Estamos nos deslocando e o Vasco vai ter seu torcedor apoiando. Eles tinham de atuar com portas fechadas e não ter receita. E aí, quem foi punido? Eles ou a gente?”, ironizou.

Últimas de _legado_Brasileirao 2013