Mais Lidas

Hora da reflexão

Vergonha com o vexame diante da Alemanha domina campeões do mundo e quem já vestiu a Amarelinha

Por pedro.logato

Rio - A vergonha foi o sentimento unânime de jogadores que já vestiram a Amarelinha e foram ouvidos pelo ‘Ataque’. Campeões do mundo ou nomes que disputaram Copas estão indignados com o vexame histórico da Seleção na goleada por 7 a 1 para a Alemanha.

Derrota para a Alemanha foi históricaEfe

Além da tristeza, muitas críticas a jogadores e, principalmente, ao técnico Luiz Felipe Scolari. Para nomes como Jairzinho, Pepe e Amarildo, entre outros, o futebol brasileiro
vive uma grave crise e a goleada foi o ápice dela. Para todos, a derrota para a Alemanha seria normal, já que a Seleção não era vista como favorita. O problema foi a forma como acabou eliminada da Copa em casa.

Outros grandes jogadores se pronunciaram por conta própria. As críticas mais veementes foram de Romário em uma rede social. Apesar de colocar parte da culpa em Felipão, o ex-atacante e hoje deputado federal voltou-se contra a CBF e não poupou ataques ao presidente, José Maria Marin, e seu vice, Marco Polo del Nero.

“Vergonha devemos sentir de ter uma das gestões de futebol mais corruptas do mundo. O presidente da entidade, José Maria Marin, é ladrão de medalha, de energia, de terreno público e apoiador da ditadura. Marco Polo Del Nero, seu atual vice, recentemente foi detido, investigado e indiciado pela Polícia Federal por possíveis crimes contra o sistema financeiro, corrupção e formação de quadrilha. São esses que comandam o nosso futebol. Querem vergonha maior que essa?”, escreveu.

Confira os depoimentos dos ídolos da Seleção

“Ontem foi um dia muito triste para o nosso futebol. O mundo assistiu com perplexidade a esta derrota, porque nem a Alemanha, no seu melhor otimismo, deve ter imaginado essa vitória histórica... Jogamos muito mal. Infelizmente, levamos sete e, por mais que isso cause mal-estar, devemos admitir que a chuva de gols foi apenas reflexo do pânico, da incapacidade de reação dos nossos jogadores e da falta de atitude do treinador de mudar o time. Vivemos uma crise no nosso esporte mais amado, chegamos ao auge dela. Acha que é problema só dos jogadores ou do Felipão? Nem de longe.”

ROMÁRIO

Campeão em 1994

Romário foi campeão mundial em 1994Arquivo / Agência O Dia

“Uma seleção, quando leva uma goleada, é sinal de um time que não tem capacidade de ganhar a Copa. A maneira como jogou foi indecorosa, não foi à altura da Seleção. O que mais me decepcionou foi o comportamento dos jogadores, nenhuma atitude de quem veste essa camisa. Foi vergonhoso ver a Seleção abatida daquela maneira escandalosa. O esporte brasileiro sofreu uma baixa grande.”

AMARILDO

Campeão em 1962

“Eu pensava que estava sonhando. O Brasil estava cotado como zebra e a derrota seria normal pelo que as duas equipes vinham fazendo, mas a goleada não. Foi disparada a maior vergonha da Seleção que eu vi. E acho que é pior que em 50.”

DADÁ MARAVILHA

Campeão em 1970

“Ficamos entregues na mão de uma pessoa que não foi responsável, fez 500 comerciais e não treinou a equipe. Quando pegou o primeiro time mais forte... Como brasileiro me sinto envergonhado. É um desfecho que nunca imaginei.”

EDMUNDO

Disputou a Copa de 1998

“Ser eliminado faz parte, mas a forma é que é muito triste. Queríamos ver a Seleção conquistar o hexa, mas agora acho que tem que ser feita uma reavaliação desde a comissão técnica até os jogadores para podermos definir um novo cronograma visando à classificação para a próxima Copa.”

JAIRZINHO

Campeão em 1970

“Estou muito chateado. Agora é um momento de definições para o futuro. Alguma coisa precisa ser feita. Não é normal um futebol como o do Brasil ser humilhado dessa forma, foi um desastre total. Não jogamos nada, fomos totalmente dominados. Lamentável: uma tarde que nunca será esquecida.”

Pepe foi campeão mundial em 1958 e 1962Efe

PEPE

Campeão em 1958 e 1962

“Eu achava muito difícil vencer a Alemanha, porque eles são infinitamente melhores. A derrota era prevista. O absurdo foi a goleada de 7 a 1, algo inadmissível. Muito vergonhoso, lamentá-vel e triste para o Brasil por tudo que fez. Não tínhamos uma grande equipe, mas estávamos fazendo uma Copa razoável e chegamos entre os quatro primeiros. O futebol é isso: facilitou, o outro time aproveita. No caso, a Alemanha.”

LEIVINHA

Disputou a Copa de 1974

“Foi um jogo fora dos padrões. Certamente foi um dia muito infeliz para a seleção brasileira. Perderam a partida com uma diferença que não representa o nível do futebol brasileiro nem do alemão. Neymar e Thiago Silva não mudariam a derrota, não são jogadores que fazem tanta diferença. A questão é que não entramos preparados para uma partida contra a Alemanha.”

MAURO GALVÃO

Disputou as Copas de 86 e 90

“Toda vez que tem oba-oba na concen-tração da seleção brasileira o time perde. Aquilo que está acontecendo lá em Teresópolis, a Seleção chegando, parece que está chegando o presidente ou o time campeão do mundo. Só no Brasil que é esse oba-oba. Enquanto isso perdurar, nós vamos sempre tomar ferro.”

CARLOS ALBERTO TORRES

Capitão do tri em 1970

“Não foi pane ou apagão, eles tiveram apenas uma aula de futebol. A Alemanha tem muito mais técnica, muito mais qualidade. Foi David contra Golias. O Brasil jogou a Copa preocupado em não morrer. Fomos uma Seleção tensa, especialmente na semifinal. A culpa vem lá de cima, de quem colocou na cabeça dos jogadores que eles teriam de ser campeões em casa.”


Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia