Elano pronto para ajudar o Flamengo: 'Sinto como se tivesse 25 anos'

Meia diz que não vai cobrar vaga no equipe titular, mas deseja ser útil ao elenco e revela estar recuperado de lesões e dores

Por O Dia

Rio - Elano foi uma das principais contratações do Flamengo para a atual temporada. O meia, entretanto, não conseguiu mostrar regularidade desde que chegou ao clube, devido à seguidas lesões. Ele sofreu, inclusive, críticas por parte da torcida, principalmente pelas atuações aquém da expectativa.

O experiente jogador quer dar a volta por cima. Recuperado das dores nas costas e das lesões na coxa direito, Elano acredita que ainda tem muito a apresentar. O jogador de 33 anos espera ajudar o Flamengo da melhor maneira possível, mesmo sem estar no time titular, para tirar a equipe da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro.

Elano quer ajudar o Flamengo a sair da incômoda 19ª colocação do BrasileirãoDivulgação

"Acredito no meu potencial e no do grupo. Eu poderia achar algo e ir embora, mas continuo trabalhando. Não vou cobrar ser titular. Quero ser útil, quero ajudar. O Flamengo não merece estar onde está. Sei da tristeza dos torcedores, mas tem a minha. Com a minha idade, com o meu histórico de carreira, nunca pensei em passar o que estou passando. Mas tenho certeza de que vamos reverter", comentou.

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Flamengo

O camisa 7 do Rubro-Negro atuou em 14 das 34 partidas da equipe em 2014. Durante a primeira parte da preparação para a volta do Brasileirão, em Atibaia, Elano fez trabalhos visando a recuperação física, sob o comando do preparador Alexandre Lopes. O meia avaliou de maneira positiva os treinos durante a Copa do Mundo, garante estar 100% focado nas atividades e revela estar se achar com a mesma disposição de um jogador de 25 anos.

"A parada foi importante para todo mundo, não só para mim. Tenho feito tudo direito, alimentado e descansado. E treinando todos os dias para poder jogar. Me entrego muito ao meu trabalho, por isso estou propício a machucar. Se eu ficasse me dosando, não sentiria nada. Faço tudo direito, cumpro todas as minhas obrigações no Flamengo. E continuarei fazendo. Não penso em parar de jogar futebol. Me sinto bem, apto para fazer minhas funções. Sinto como se tivesse 25 anos. Me preparo para fazer o melhor" concluiu.