Oswaldo dita o rumo no Flamengo

Ao completar 40 anos de carreira, técnico usa experiência e força da torcida para o time voltar ao G-4

Por O Dia

Rio - No bolo da vitoriosa carreira de Oswaldo de Oliveira, a Libertadores é a cereja que falta. Para a torcida do Flamengo, o bicampeonato continental já virou obsessão. Juntando as forças em prol do mesmo objetivo, o treinador, que completou 40 anos de futebol na quinta-feira, vê o Rubro-Negro recuperado após a sequência de vitórias e com força para voltar a brigar pelo G-4 do Campeonato Brasileiro.

No início da carreira, em 1975, os sonhos eram mais modestos. Como preparador físico do Bonsucesso, Oswaldo tinha como foco principal ser técnico, o que aconteceu somente 21 anos depois, quando assumiu o Corinthians.

Oswaldo de Oliveira completa 40 anos de carreiraGilvan de Souza / Flamengo / Divulgação

Quarenta anos e vários títulos depois, o comandante rubro-negro se permite pensar grande, pelo currículo que ostenta e, principalmente, pelo clube que representa.

“A Libertadores é um objetivo muito importante para a torcida, para os jogadores, para o futebol carioca e para o futebol brasileiro. O Flamengo é gigante, não tem dimensão. Então, precisa s ter essa satisfação de voltar a ganhá-la”, afirmou Oswaldo de Oliveira.

No entanto, para voltar a conquistá-la, o Rubro-Negro precisa, primeiramente, garantir presença na competição. As três derrotas consecutivas afastaram o time do G-4 do Brasileiro, mas o otimismo continua grande. A quatro pontos do Palmeiras, quarto colocado, o Flamengo recebe o lanterna Joinville, amanhã, com Maracanã cheio (36 mil ingressos já foram vendidos). O cenário é ideal para retomar o flerte com a Libertadores.

“Vejo a equipe muito animada e confiante. Acho que ela está novamente pronta para reiniciar uma trajetória vitoriosa”, disse Oswaldo.

GUERRERO ESTÁ NA PRÉ-LISTA DA FIFA DE MELHOR DO MUNDO

O jejum de gols não diminui o prestígio de Guerrero tanto com o técnico Oswaldo de Oliveira quanto com a Fifa. Segundo os diários europeus ‘Mundo Desportivo’ e ‘Gazetta Dello Sport’, o nome do peruano é um dos 70 na pré-lista para a escolha do melhor jogador do mundo em 2015.

Treinadores e capitães das seleções filiadas à entidade máxima do futebol irão votar e decidir qual atleta mais se destacou na temporada. O atacante é o único que atua no Brasil presente na lista.

Guerrero se destacou na Copa América pela seleção do Peru, alcançando a artilharia da competição, com quatro gols. Pelo Flamengo, o começo foi animador, mas o atacante já não balança a rede há 40 dias.

Para Oswaldo de Oliveira, ele precisa de carinho.</CW> “Estou aqui para ajudá-lo. Vai ser muito importante para o Flamengo este ano, no próximo e para sempre. Vamos com Guerrero, vamos ajudar o cara”, disse o técnico.