De reforço de peso a descartado: o declínio do argentino Mancuello no Flamengo

Meia do Flamengo vive incerteza em relação a seu papel dentro do clube

Por O Dia

Rio - O argentino Federico Mancuello chegou ao Flamengo no início de 2016 como uma das grandes esperanças para reforçar o meio-campo rubro-negro. No entanto, até agora, o meia não conseguiu se firmar e não vem sendo relacionado há três partidas. Ele nem viajou para a partida decisiva desta quarta-feira contra o San Lorenzo, na Argentina.

Mancuello ainda busca uma sequência no FlamengoGilvan de Souza / Flamengo / Divulgação

Desde que foi contratado, em janeiro do ano passado, por R$ 12 milhões, Mancuello foi utilizado em diversas posições dentro de campo. No entanto, em nenhuma delas encantou o torcedor e suas atuações não foram suficientes para garantir uma vaga no time titular. Ele chegou como principal contratação do clube para o primeiro semestre.

Em 2016, o argentino parecia se consolidar como um dos principais criadores do elenco. Nos seis primeiros jogos que disputou, foi responsável por dar assistências para quatro de 11 gols do Flamengo.

Ainda no último ano, Mancuello disputou 21 jogos pelo Rubro-Negro no Brasileirão, pouco mais de metade das partidas do clube na competição, com apenas três gols marcados. Destes, foi titular em apenas dez.

Sem se firmar, agora o camisa 11 enfrenta concorrência de peso em sua posição. Diego é um dos principais jogadores do time, que ainda conta com Éderson, retornando de lesão e Conca, que segue se recuperando de problemas no joelho.

Além disso, caso fosse utilizado pelas pontas, Mancu teria que disputar vaga com Berrío ou Gabriel, pela direita. Tirar Éverton, um dos principais nomes do Flamengo neste ano, parece impensável.

Neste ano, Mancuello participou de 18 jogos de sua equipe, sendo 14 deles pelo Campeonato Carioca. Nestes, jogou os 90 minutos em apenas três. Em um terço, deixou o gramado com 45 minutos ou menos.

Por conta de não ter sido relacionado para a partida contra o San Lorenzo na Argentina, existiu especulação de que o gringo deixaria o clube, podendo voltar para o Independiente, onde foi revelado. No entanto, o próprio jogador já desmentiu os boatos e prometeu à torcida que não deixará o Flamengo.