Fluzão perto de segurar seu diamante

Uma das principais revelações de Xerém, Robert deverá renovar por três anos

Por O Dia

Rio - Quando assinou o primeiro contrato com o Fluminense, em 2012, Robert, então com 16 anos, vislumbrava seguir a trilha de outro prodígio precoce: Neymar. Perto de sacramentar a renovação por mais três temporadas, o apoiador marcou o primeiro gol como profissional ao garantir a vitória de 2 a 1 sobre o Bangu, pela terceira rodada do Carioca.

Distante do patamar do ídolo que hoje brilha com a camisa do Barcelona, Robert tenta recuperar o tempo e mira o sucesso de companheiros de Xerém. Caso do zagueiro Marlon e do atacante Kenedy, que tiveram atuações destacadas em 2014. Convocados para o Sul-Americano sub-20, no Uruguai, a dupla chamou a atenção ao lado de outra promessa: Gerson, meia-atacante, de 17 anos, especulado em diversos clubes do futebol europeu.

Robert deu a vitória ao Fluminense no duelo com o BanguAndré Mourão

Disposto a recuperar o tempo perdido, Robert garante ter aprendido com os excessos cometidos no passado. No Carnaval de 2014, em março, ele sofreu um acidente de carro, em Rio das Ostras, que colocou em risco o seu projeto de carreira. O apoiador foi hospitalizado na UTI e ficou um mês sem treinar. Sem a mesma confiança, perdeu espaço para outros colegas de Xerém e levou mais dez meses para voltar a jogar.

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Fluminense

“Mesmo antes de chegar, todo mundo sabia do potencial dele, sempre foi assim. A certeza de grande futuro. Teve problemas durante a carreira. O ano passado serviu para essa recuperação dele, em relação ao acidente, para entender a maneira com a qual trabalhamos. Foi bom, ele deu uma evoluída muito grande, por isso tem tido chances. E terá mais. Tem correspondido. Agora, está entendendo mais as informações, a maneira de jogar”, destacou o técnico Cristóvão.

LEIA MAIS: Notícias, resultados e bastidores do Campeonato Carioca

Dono de 40% dos direitos, Robert faz parte do ambicioso planejamento do Fluminense. Com o fim da parceria com a Unimed, a diretoria aposta em sua promissora base para suprir carências e formar novos ídolos. Propostas chegam com frequência. No entanto, a política de venda atenderá a critérios técnicos e de completa formação das promessas de Xerém.

Marlone vibra com início no clube e projeta vaga de titular

Em sua estreia como titular na vitória sobre o Bangu, Marlone confirmou a boa impressão deixada no decorrer das partidas contra Friburguense e Nova Iguaçu. Substituto de Wagner, machucado, o apoiador começa a deixar uma dúvida na cabeça de Cristóvão Borges, que já pensa numa maneira de mantê-lo na equipe.

“Acho que tudo é sequência, depois vou pegando confiança. Encarei de forma positiva. Começar vencendo, time indo bem... É normal cometer alguns erros no início de temporada, mas acho que foi bom. Estou fazendo de tudo para ser o titular. Quando entrar, quero dar o meu melhor para ajudar”, disse Marlone.

Em recuperação de uma pancada no tornozelo esquerdo, Wagner tem chance de voltar contra o Boavista.