Flu quer tirar o atraso no clássico

Com o ataque devendo no Brasileirão, meta é balançar a rede do Flamengo no Maracanã

Por O Dia

Rio - O Fla-Flu de domingo, no Maracanã, é a chance perfeita para o ataque tricolor fazer as pazes com a rede. A média de gols nesta temporada é de 1,84 por jogo, mas até agora no Campeonato Brasileiro o Fluminense só conseguiu superar a meta adversária duas vezes em três partidas, sendo que na estreia, contra o Joinville, foram quase 70 minutos com um jogador a mais.

O Fluminense pode ser acusado de tudo, menos de não tentar o gol. Segundo o Footstats, o time é o terceiro que mais finaliza no Brasileirão, atrás apenas de Ponte Preta e Palmeiras. A equipe das Laranjeiras, inclusive, é a que tem o maior número de finalizações certas: 19.

Enderson quer primeira vitória no retorno ao FluminenseAndré Mourão

O meia Wagner, porém, acha que o time todo precisa melhorar. “Não é só o ataque (que está devendo). A defesa, o meio, o ataque, todo o grupo. Está todo mundo junto. Estamos firmes e fortes, acreditando no trabalho do Enderson. Assim, vamos tocar o barco no Brasileirão. Vai ser jogo a jogo. É uma escada que sempre pretendemos subir”, afirmou o meia, que recuperou a vaga de titular com a chegada do novo treinador às Laranjeiras.

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Fluminense

Fred se destaca em treino

Enderson Moreira fez um treino de finalizações a gol e a categoria do atacante Fred chamou a atenção dos torcedores. No treino tático, o técnico parou muito a movimentação para tentar encurtar os espaços. Ele também trabalhou muito as jogadas de bola parada.

“O Enderson quer que joguemos mais compactos, mais perto. Estávamos cometendo alguns erros, com a defesa jogando longe do meio de campo, o que facilitava para o adversário. Os treinos estão fazendo a gente preencher o meio-campo. Não estamos mais dando os espaços que os adversários tanto gostam. Estamos entendendo bem o que ele está nos pedindo. Contra o Corinthians já fizemos muitas coisas boas”, avaliou Wagner.

Flu e Maraca: sócio-torcedor

O Fluminense e o Maracanã lançaram ontem um novo plano de sócio-torcedor. O ‘Maraca Tricolor’ tem preço de R$ 65. Agora, o clube, que lucrava apenas com as vendas dos assentos atrás dos gols (setores Norte e Sul), ficará com 55% do valor total da renda, independentemente do setor do estádio.

“Essa união vai trazer muitos frutos. O Fluminense e o Maracanã passam a estar juntos e o ganho maior não é dos dois, é do torcedor”, destacou o presidente Peter Siemsen.

“Como torcedor, sinto que agora Fluminense e Maracanã são uma coisa só. Queremos uma relação de longo prazo. Caminhando bem o desempenho do time, a torcida vai se sentir em casa. Estamos muito animados”, acrescentou.