Vasco empata com o Coritiba e perde a chance de dormir no G-7 do Brasileirão

Gigante saiu na frente mas acabou levando o empate no Maracanã

Por O Dia

Rio - O Vasco perdeu a chance de dormir no G-7 do Brasileirão. No Maracanã contra o Coritiba, a equipe carioca até saiu na frente, mas acabou cedendo o empate aos paranaenses na segunda etapa. O resultado de 1 a 1 também interrompeu a sequência de três vitórias seguidas do clube de São Januário no Brasileirão.

Os gols da partida foram marcados por Matheus Galdezani, contra e Rildo. Nenê cobrou escanteio e o jogador do Coritiba desviou para as redes. No empate paranaense, Breno desviou a finalização do atacante da equipe visitante.

Na próxima rodada do Brasileirão, o Vasco enfrenta o Flamengo, no Maracanã. O clássico acontece no próximo sábado. Já o Coritiba vai até o Recife encarar o Sport, no domingo.

Vasco e Coritiba ficaram no 1 a 1 no MaracanãMárcio Mercante / Agência O Dia

O JOGO

O primeiro tempo entre Vasco e Coritiba foi de muito pouco futebol. Os cariocas começaram a partida dando a impressão de que iriam pressionar muito os paranaense. Porém, depois de abrir o placar a partida ficou fria até o intervalo.

O gol vascaíno saiu aos 15 minutos. Em cobrança de escanteio de Nenê, Matheus Galdezani tentou cortar, mas a bola acabou indo para trás e balançou as redes do Coxa.

Em vantagem, o clube carioca recuou. No entanto, os visitantes não conseguiram criar absolutamente nada. Muito nervoso, o Coxa apostou em ligações diretas e facilitou o trabalho da defesa carioca.

Os cariocas voltaram para o segundo tempo com mais vontede em busca de mais gols. Com cinco minutos, Wellington teve duas chances. Na primeira ele finalizou para fora, com perigo, e na segunda, o volante ficou cara a cara com Wilson, mas o goleiro do Coritiba levou a melhor e salvou os paranaenses.

Aos 12 minutos foi a vez de Matheus Vital. O jovem arrancou e soltou a bomba, novamente apareceu bem o goleiro do clube paranaense para fazer uma boa defesa e salvar os visitantes.

Só que aos 21 minutos, o Coritiba chegou ao empate na primeira chance que teve. Nilton fez bela jogada, cortou Jean e arriscou de fora da área, a bola bateu em Breno e tirou de Martín Silva qualquer chance de defesa.

O gol dos paranaense deixou a partida muito interessante. Ambas as equipes firam muito abertas e as chances começaram a aparecer tanto para os donos da casa, quanto para os visitantes no Maracanã.

Após algumas oportunidades perdidas, as duas equipes acabaram diminuindo um pouco o ritmo. Satisfeito com o resultado, o Coxa já não criava, enquanto o Vasco se desestruturou com o empate dos paranaenses e não conseguiu ter calma para voltar a marcar. O zagueiro Breno ainda acabou expulso, mas não houve tempo para mais gols.

FICHA TÉCNICA
VASCO DA GAMA 1 x 1 CORITIBA

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Raphael Claus (FIFA/SP)
Auxiliares: Alex Ang Ribeiro (SP) e Tatiane Sacilotti dos Santos Camargo (SP)
Cartões amarelos: Matheus Vital (Vasco); Matheus Galdezani e Leo (Coritiba)
Cartão vermelho: Breno (Vasco)
Gols: Matheus Galdezani (contra), aos 15 minutos do primeiro tempo (VAS); Rildo, aos 23 minutos do segundo tempo (COR)

VASCO: Martin Silva, Madson, Anderson Martins, Breno e Ramon; Jean, Wellington, Yago Pikachu (Guilherme), Nenê e Mateus Vital (Paulo Victor); Andrés Rios (Thalles) / Técnico: Zé Ricardo

CORITIBA: Wilson; Léo, Cleber Reis, Werley e Carleto; Jonas, Alan Santos, Rafael Longuine (Baumjohann) e Matheus Galdezani (Iago); Rildo (Edinho) e Henrique Almeida / Técnico: Marcelo Oliveira