Cerca de 5 mil policiais farão a segurança de Obama em visita a capital alemã

O presidente americano e a chanceler alemã participarão de pronunciamento a jornalistas

Por O Dia

Berlim - O esquema de segurança montado para a visita do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, a Berlim terá a participação de mais de 5 mil policiais, informou o Sindicato da Polícia (GdP).

Segundo o grupo, a Polícia de Berlim receberá reforços de 13 estados federados e da Polícia Federal. Obama chegará hoje à capital alemã, no final da tarde no Aeroporto de Tegel e amanhã será recebido com honras militares pela chanceler alemã, Angela Merkel. Depois, os dois terão um encontro bilateral e para em seguida fazer um pronunciamento a jornalistas.

O programa continuará na sexta-feira de manhã, quando chegarão a Berlim o presidente da França, François Hollande; a primeira-ministra do Reino Unido, Theresa May, o presidente do Governo espanhol, Mariano Rajoy; e o primeiro-ministro da Itália, Matteo Renzi, que se reunirão com Merkel e Obama.

A Polícia vigiará a rota do presidente dos Estados Unidos por toda a capital e também montará uma área especial de segurança em torno da Chancelaria, dos prédios do Parlamento e do Hotel Adlon, onde Obama ficará hospedado. Este é o último giro presidencial de Obama pela Europa, que já passou pela Grécia.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência