Guerra na Síria: Novo balanço indica mais de 340 mil mortos

Entre as vítimas fatais, há 102.618 civis, número que inclui cerca de 19 mil menores e 12 mil mulheres

Por O Dia

Beirute - A guerra na Síria deixou mais de 340 mil mortos desde 2011, número que inclui mais de 100 mil civis - informou o Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH).

O OSDH disse que documentou a morte de 343.511 pessoas na Síria, no período que vai do começo das manifestações pacíficas contra o governo de Bashar al-Assad - em meados de março de 2011 - até o início deste mês.

Cenário de destruição em hospital na cidade síria de Raqa%2C palco de conflitos entre forças rebeldes e terroristas do EIAFP

Entre as vítimas fatais, há 102.618 civis, número que inclui cerca de 19 mil menores e 12 mil mulheres. Mais de 119 mil membros das forças do governo Assad morreram, incluindo 62 mil militares, dezenas de milhares de paramilitares e 1.556 combatentes do movimento xiita libanês Hezbollah.

Pelo menos 59 mil combatentes de grupos rebeldes, facções islamitas e das Forças Democráticas Sírias, apoiadas por Washington, também estão entre os mortos. Os grupos extremistas sofreram as maiores baixas, com mais de 62 mil mortos. Isso representa um aumento de quatro mil desde o último balanço, divulgado em julho.

Nos últimos quatro meses, cerca de 12 mil pessoas morreram na Síria, incluindo 3.001 civis.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência