Consumo de cocaína no Brasil é alarmante, aponta pesquisa

Relatório da UNODC informou que o país consome quatro vezes mais cocaína do que a média mundial

Por O Dia

Rio - Um relatório da UNODC (Escritório de Drogas e Crimes da ONU) informou que o Brasil consome quatro vezes mais cocaína do que a média mundial. De acordo com o documento, divulgado na última sexta-feira, 1,75% da população adulta do Brasil consome cocaína. 

O índice mundial é de 0,4%. A produção da droga no mundo parece ter atingido o ponto mais baixo desde 1990. Os mercados dos Estados Unidos e da Europa se retraíram na última década.

Mas é o consumo de cocaína na América do Sul que mais preocupa. As taxas sul-americanas são hoje três vezes a média mundial, e parte do aumento teria ocorrido pelo crescimento dos mercados no Chile e na Costa Rica, além do Brasil. O número de usuários na região pulou de 1,8 milhões de pessoas, em 2010, para 3,3 milhões em 2012.

O Brasil se tornou o maior centro de distribuição da droga no mundo inteiro. Foi citado em 56 países como ponto de trânsito de cocaína, revelando que é a maior base de exportação da droga. “Por conta de sua posição geográfica, o Brasil tem um papel estratégico no tráfico de cocaína”, afirma o relatório.

A ONU estima que haja 246 milhões de usuários de drogas no mundo, o que equivale a 5% da população entre 15 e 64 anos.

Últimas de _legado_Brasil