Redação para o concurso do Detran-RJ provoca polêmica

Candidatos reclamam que notas baixas prejudicaram resultado final

Por O Dia

Rio - As notas baixas na redação da última seleção para o Detran-RJ provocaram polêmica e reforçam a urgência na elaboração de um estatuto para concursos públicos. Nas redes sociais, candidatos reclamam que não tiveram acesso ao gabarito e às provas, o que dificultou o pedido de revisão. O Detran, por outro lado, informou que todas as regras constavam no edital publicado.

Outro ponto reivindicado pelos concorrentes é a data estabelecida pela organizadora, a Makiyama, para pedir a revisão de prova. Foram marcados apenas três dias, de 4 a 6 de novembro.
Para o advogado especializado em concursos Sérgio Camargo, a falta de uma regulamentação possibilita que as bancas atuem de forma arbitrária. “Em regra, as bancas agem contra os princípios constitucionais da ampla defesa, da publicidade e da transparência”, alega.

De acordo com ele, os candidatos que se sentiram lesados podem entrar com recurso administrativo ou com uma ação na Justiça contra o Detran e a organizadora do concurso.

“Dessa forma, eles podem conseguir, no mínimo, que a banca seja obrigada a apresentar o gabarito e a prova que o candidato fez”, explica o advogado.

Últimas de _legado_Economia