Procon estadual faz blitz em restaurantes de comida portuguesa

Operação prepara o Rio para receber turistas na Copa

Por O Dia

Rio - O Procon Estadual do Rio divulgou saldo parcial da Operação Camisa 10 desta manhã, que tem como objetivo vistoriar restaurantes especializados na culinária portuguesa. Um restaurante em Ipanema, na Zona Sul do Rio, foi autuado por conter cerca de 20 kg de comida sem identificação de prazo de validade ou origem de fabricação, além de conter 1 kg de morango mofado, 1 kg de fermento vencido e barril de 30 litros de chopp fora do prazo.

O Procon do Estado do Rio de Janeiro faz vistoria em alimentos de restaurantes do estadoDivulgação / Procon-RJ

Em outro estabelecimento, no Centro do Rio, foram constatados meio quilo de linguiça vencido e 4 barris de chopp fora do prazo de validade, sendo que dois estavam em uso. Dois estabelecimentos, um em Copacabana e outro no Largo do Machado, também tinham problemas com produto sem identificação, sardinha portuguesa e chopp vencidos.

Segundo Fábio Domingos, diretor de fiscalização e coordenador da operação, os restaurantes foram autuados e terão 15 dias para apresentar justificativa que será analisada. Após essa etapa será determinado o valor da multa.

Trinta litros de chopp foram encontrados fora do prazo de validadeDivulgação / Procon-RJ

A fiscalização integra um conjunto de ações do órgão estadual voltadas para o Copa do Mundo. O objetivo é flagrar a cozinha no momento do preparo das refeições para o almoço. A fiscalização continua na tarde desta quarta-feira e também serão visitados estabelecimentos na Zona Norte. Quem comanda a operação é a Secretaria de Estado de Proteção e Defesa do Consumidor (Seprocon).

Últimas de _legado_Economia