Síria poderá cumprir prazo para entrega de armas químicas, diz ONU

Falta de responsabilidade no primeiro prazo provocou temores de descumprimento do plano que ajudou a evitar um ataque com mísseis liderado pelos Estados Unidos

Por O Dia

Síria - O secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), Ban Ki-moon, disse nesta quinta-feira estar confiante de que a Síria poderá cumprir o prazo de 30 de junho para eliminar todo o seu programa de armas químicas sob plano liderado por EUA e Rússia. A Síria não cumpriu o prazo de entrega de um lote de armas químicas até 5 de fevereiro, o que provocou temores de descumprimento do plano que ajudou a evitar um ataque com mísseis liderado pelos Estados Unidos contra o governo do presidente sírio, Bashar al-Assad.

"Sobre estas armas químicas, acredito que o processo tem andado sem percalços, apesar de ter havido alguns atrasos", disse Ban a jornalistas depois de discursar em uma sessão do Comitê Olímpico Internacional (COI) na cidade russa de Sochi. "Nossa meta é 30 de junho deste ano. Isso pode ser uma meta apertada, mas eu acredito que pode ser cumprida com todo o apoio do governo sírio", disse Ban, que participará da abertura dos jogos de Inverno em Sochi, na sexta-feira.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência