Nasa revela que em Marte já existiu oceano tão extenso quanto o Ártico

Planeta vermelho perdeu 87% de água no espaço

Por O Dia

Estados Unidos - A Nasa descobriu que em Marte já existiu um oceano tão extenso quanto o Ártico. O estudo divulgado nesta quinta-feira na revista "Science" revelou ainda que o planeta perdeu 87% de água no espaço. Segundo dados, quando planeta vermelho ainda era úmido, havia água suficiente para cobri-lo até 137 metros de profundidade.

"Nosso estudo estima que havia uma alta concentração de água em Marte, ao determinar as quantidades perdidas no espaço", informou Gerónimo Villanueva, pesquisador no Centro Goddard de Voos Espaciais da NASA, em Greenbelt, nos EUA, e um dos autores do trabalho.

Imagem%2C feita por cientistas%2C de oceano que já existiu em Marte Divulgação Nasa/GSFC

É estimado que o oceano formado cobrisse metade do hemisfério norte do planeta, atingindo 1,6 km de profundidade. Cientistas utilizaram o telescópio Keck 2, no Havaí, e o ESO, no Chile, para chegar a conclusão.

Foram estudadas duas formas de água: a comum composta por um átomo de oxigênio e dois de hidrogênio (H2O) e a chamada "água pesada", quando um dos átomos de hidrogênio é substituído por deutério. Através da comparação, foi possível deduzir a quantidade de água perdida no espaço.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência