Homem de 450 kg é internado após ser rejeitado em dez clínicas

'Ele vai morrer se ninguém ajudar', declarou a companheira do paciente

Por O Dia

África do Sul - Um homem com 450 quilos foi internado, nesta quinta-feira, em um hospital da África do Sul para receber tratamento especializado após ser rejeitado, devido a seu extremo sobrepeso, por mais de dez clínicas.

'Ele vai morrer se ninguém ajudar', declarou a companheira do pacienteReprodução

De acordo com a impresa local, Corrie Le Grange, de 60 anos, foi levado por vários parentes e vizinhos com a ajuda de lençóis e cordas de sua casa em Edenvale, no leste de Johanesburgo, para uma caminhonete estacionada em frente à porta de sua casa.

Em seguida, foi levado para o Hospital Acadêmico Charlotte Maxeke de Johanesburgo, onde receberá tratamento para combater a ascite, uma doença que provoca a acumulação de líquidos em volta de seus órgãos vitais e que lhe causa um imenso aumento de peso.

Anteriormente, vários hospitais da região tinham se negado a internar o paciente por não contarem com as instalações adequadas para tratar de uma pessoa com suas dimensões. "Confirmamos que o hospitalizamos e que o paciente será tratado", assegurou o porta-voz do Ministério da Saúde, Steve Mabona, à emissora "Eyewitness News".

Os familiares de Le Grange também transportaram com um reboque até o hospital a cama de tamanho especial na qual dormia em sua casa, para se assegurarem de que os médicos não se negariam a interná-lo."Eu gostaria que um médico o ajudasse a drenar o fluido e lhe permita sobreviver. Ele vai morrer se ninguém ajudar", declarou visivelmente abalada sua companheira, Shammy Le Grange.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência