Chás com plantas da Amazônia ajudam no emagrecimento

Ervas promovem a desintoxicação do organismo e na redução das taxas de colesterol e glicose

Por O Dia

Rio - Consumo de chás com plantas nativas da Amazônia ajuda a reduzir o excesso de peso. As ervas da floresta, como Salva de Marajó (Hiptys incana) e Folha do Lacre (Vismia antiscrophylla), promovem uma desintoxicação do organismo, eliminando resíduos alimentares do fígado, da vesícula, dos rins e do intestino. Além disso, há a redução das taxas de colesterol e glicose.

Para restabelecer um metabolismo normal e conseguir um peso ideal é necessário que as enzimas presentes nas células varram as toxinas que atuam no efeito sanfona, para produção da massa muscular magra, destruindo as células adiposas.

Os chás podem ter maior eficácia se forem tomados com o Jambu, um nutracêutico (conjunto de substâncias, como vitaminas e sais minerais), que permite a aceleração da queima calórica, já que contém princípios ativos de vitaminas e minerais. Além do emagrecimento, o alimento previne doenças cardiovasculares como hipertensão arterial e derrame.

O Jambu reduz ainda a ansiedade, dando uma sensação de saciedade e diminuindo também níveis altos do mal colesterol (LDL). Ele apresenta uma peculiaridade que é um ardido na boca, que vai reduzindo a compulsão alimentar por doces.

Para maiores informações sobre a perda de peso com acompanhamento dos cientistas botânicos do Núcleo de Ciência da Amazônia. Informações da terapia da floresta amazônica no e-mail:nucleodecienciasdaamazonia@gmail.com

Últimas de _legado_Mundo e Ciência